Na casa do líder, Tigre tenta a primeira vitória fora

Diante do Ypiranga, nesta sexta-feira à noite, Criciúma busca os três pontos para se manter no G4 do grupo B. Técnico Paulo Baier faz mistério e não confirma sequer o esquema tático que será utilizado


- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Erechim (RS)

- PUBLICIDADE -

Sem vencer um confronto longe do Heriberto Hülse há mais de um ano, o Criciúma visita o Ypiranga (RS), nesta sexta-feira, 13, a partir das 20 horas. O confronto no estádio Colosso da Lagoa vale a permanência do Tricolor Carvoeiro entre os quatro primeiros colocados no grupo B da Série C. Por outro lado, uma derrota ou um empate pode tirar o time treinado por Paulo Baier do grupo das equipes que estariam classificadas para a próxima fase. “É um jogo importantíssimo para nós. Estamos há três pontos do Ypiranga e eles têm um time muito bom, são os líderes. Temos que ter atenção, mas também valorizar o nosso time, a nossa campanha, que está sendo boa, e dar confiança a todos para fazer um grande jogo”, pontua o técnico Paulo Baier. O Tigre espera poder usar a superstição da sexta-feira, 13, a favor para, finalmente, conseguir os três pontos fora do Majestoso.

O número considerado ideal para que o Criciúma avance de fase é 30 pontos. Entretanto, o comandante carvoeiro prefere analisar o desempenho diante de cada adversário individualmente. “Eu analiso assim: contra o Ituano, ganhamos em casa e perdemos fora. Contra o São José, somamos quatro pontos – empatamos em Porto Alegre e ganhamos em casa. Então, isso é o que eu analiso. Ganhamos do Ypiranga em casa, então, qualquer ponto que somarmos aqui, se for empate, chegamos a quatro pontos contra eles. Se for vitória, são seis pontos em cima do Ypiranga. Então, eu analiso desta forma”, detalha Baier.

O técnico não poderá contar com três titulares: Alemão, Fellipe Mateus e Hygor. Todos estão lesionados e em tratamento com o Departamento Médico. Além deles, o zagueiro reserva, Genilson, também está fora do jogo. “Fora esses, os demais estão inteiros. Lógico que terá o desgaste do jogo, mas a gente dosou bastante essa semana, então todos estão 100% para o jogo. Quem jogar estará 100%, pode ter certeza que vai fazer o máximo para ajudar o Criciúma”, explica Baier.

Gustavo e Helder retornam ao time titular

Mesmo com as boas atuações de Roberto – apesar da falha – e Pedro Rosa, diante do São José (RS), na última segunda-feira, Baier confirma os retornos dos titulares Gustavo e Helder. “O certo mesmo é que volta o Gustavo, o Hélder e vamos estudar essa situação. O Gustavo continua como capitão também. No caso do Roberto, não importa a falha, mas, sim, o segundo tempo dele que foi excepcional e nos ajudou. Então, todos estão à disposição e, quem tiver bem, a gente confia. Estou satisfeito com o elenco”, comenta Baier.

Na lateral direita, Claudinho deve ser o substituto natural de Alemão. Daí para frente, tudo é mistério. “A gente está avaliando a possibilidade da gente mudar, como tem a chance de manter. Vamos ver como vamos estar para o jogo, se todos estarão bem”, enfatiza o treinador.

Há a possibilidade da entrada de mais um zagueiro ou outro volante na vaga de Hygor, mas Baier não confirma. “Pode ser que sim. Na realidade, não posso passar essas ideias. Lógico que a gente tem o adversário, mas também podemos manter as mesmas situações. Vamos ver. Pode ser que a gente entre com três zagueiros ou com três volantes. Pode ser que a gente mantenha. Então tem todas essas possibilidades”, despista.

Sem preocupação com os desfalques   

O treinador do Criciúma diz que “não perde o sono” devido aos desfalques e a possibilidade de não poder repetir o time titular em dois jogos seguidos. Baier garante que está preparado para isso. “A gente confia em todos os atletas. Lógico que a gente não tem o Fellipe (Mateus), o Hygor, Genilson e Alemão. São quatro jogadores importantes e três jogando como titulares, então, lógico que faz falta. Mas quem está entrando, está bem e confiamos em todos”, diz.

Campeonato Brasileiro – Série C – 12ª Rodada

Sexta-feira (13/08) – 20 horas – estádio Colosso da Lagoa, em Erechim (RS)

YPIRANGA

Deivity; Muriel, Douglas, Léo Kanu e Jonathan; Fidélis, Silvano, Clayton e Sodré; Cris e Dico; Técnico: Junior Rocha

CRICIÚMA

Gustavo; Claudinho, Rodrigo, Marcel Scalese e Helder; Dudu Vieira, Arilson, Eduardo (Maranhão) e Dudu Figueiredo; Silvinho e Marcão. Técnico: Paulo Baier

Arbitragem: Leonardo Sigari Zanon; Auxiliares: João Fábio Machado Brischiliari e Heitor Alex Eurich (trio do PR)

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.