Inspiração paralímpica em Criciúma

Objetivo das atividades desenvolvidas pela FME é preparar atletas para os jogos estaduais previstos para ocorrer em setembro


- PUBLICIDADE -

Criciúma

A Fundação Municipal de Esportes (FME) de Criciúma desenvolve treinos voltados aos paratletas locais. O objetivo é promover a prática esportiva de maneira democrática e preparar os competidores para campeonatos estaduais.

- PUBLICIDADE -

As próximas competições são os Jogos Escolares Paralímpicos e os Jogos Abertos Paralímpicos de Santa Catarina (Parajesc e Parajasc). Ambos estão previstos para setembro, porém sem cidade sede definida. Dentre algumas modalidades praticadas estão atletismo, bocha e xadrez.“Além da abertura dos Jogos Paralímpicos de Tóquio, essa é a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. Ela visa promover políticas de inclusão dessas pessoas, como método de combate à discriminação”, destaca o presidente da FME, Neto Uggioni.

A intenção dos responsáveis é implantar núcleos de atividades voltadas para os paratletas. “É através do apoio e incentivo que eles podem se tornar grandes atletas. No momento estamos em preparo para próximas competições, e temos a intenção de em breve implantar núcleos de atividades voltadas para essa população”, ressalta.

Em parcerias público-privadas, a fundação ainda apoia atletas na natação e no tênis de mesa.“Praticar esportes com regularidade traz inúmeros benefícios para a saúde física e mental, além de melhorar a qualidade de vida”, afirma a coordenadora do paradesporto da FME, Solange Lima.

As atividades significam muito mais que saúde para as pessoas com deficiências. “Praticar essas atividades pode representar muito mais que saúde, melhorando e desenvolvendo a autoestima, autovalorização e autoimagem”, comenta Solange.

Interessados em participar podem entrar em contato com a coordenadora, que encaminhará mais informações, através do número (48) 9 9933-8385.

Confira o cronograma dos treinos

– Atletismo para pessoas com deficiência física, visual, auditiva ou intelectual – 2ª,4ª e 6ª feira, às 8h e às 18h, na pista da Unesc

– Bocha para pessoas com deficiência física ou visual – 3ª e 5ª feira, às 14h, na Cancha do Grêmio Recreativo Esportivo Operária Nova (Greon)

– Bocha paralímpica para pessoas com paralisia cerebral – 5ª feira, às 14h, no Ginásio Municipal Irmão Walmir Antônio Orsi

– Xadrez para pessoas com deficiência visual – 4ª feira, às 14h, no Ginásio Municipal Irmão Walmir Antônio Orsi

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.