Içara FC é campeão da segunda divisão da Larm

Título foi obtido sobre o 6Caneco, de Sombrio, no Estádio da Colina


- PUBLICIDADE -

Erik Borges – em colaboração com o portal Canal Içara

Fotos: Lucas Lemos

- PUBLICIDADE -

O troféu da Série B da Liga Atlética da Região Mineira (Larm) tem dono: é do time de Içara. Após o acesso a Série A, o título foi obtido sobre o 6Caneco neste sábado, dia 11, no Estádio da Colina, no bairro Aurora, no município içarense. A vitória por 4×2 garantiu os pontos e exatamente a diferença de gols necessários para que o duelo fosse definido sem o embate nos pênaltis.

Primeiro tempo

Aos 4 minutos da primeira etapa, Tiago Silvy recebeu passe do Foguinho em velocidade, chutou cruzado na entrada da área e a bola passou rente à trave. Essa foi a primeira grande chance do jogo. Foguinho, camisa 11, aos 12 minutos, recebeu uma nova oportunidade: a bola quicou uma vez no gramado e ele chutou de perna esquerda, firme para abrir o placar.

Aos 14 minutos, num rebote, a bola subiu ao travessão e sobrou para Foguinho. O camisa 11, da marca próxima ao pênalti, chutou pra fora e desperdiçou uma grande chance. Aos 22 minutos, Ramon, do 6Caneco, tentou fazer o gol por cobertura, mas a bola ficou para a posse do goleiro adversário.

Aos 24, Gui chegou pela esquerda, puxou pra perna direita e finalizou. Ramon estava dentro da área esperando o rebote, mas o goleiro do Içara pegou firme. Em resposta imediata, Içara saiu em contra-ataque. Foguinho em velocidade pela esquerda cruzou para a área, mas ninguém conseguiu chegar e a bola saiu em tiro de meta.

Aos 28 minutos, os times pararam para hidratação. Já aos 33, Bruno Mazzuchello levantou na área após troca de passes pela direita e Silvy conseguiu desviar de cabeça em direção ao gol. Mas o goleiro do 6Caneco, Cássio, se esticou todo e espalmou a bola para escanteio. Aos 39, após jogada trabalhada, o camisa 6 do Içara deu um passe forte para o aniversariante Foguinho na entrada da grande área, que dominou e deu passe na medida para o chute de canhota de Silvy, que teve a finalização defendida pelo goleiro Cássio.

Maurício Raupp, camisa 5, foi o autor do segundo gol, aos 42 minutos. Ivan Campos deu um passe de peito para Mauricio, que, por cima, mandou sobre o goleiro do 6Caneco e a bola morreu dentro do gol. Aos 47, o 6Caneco teve uma ótima chance em falta próxima à grande área. Luis Henrique cobrou a falta com muita precisão, na gaveta. O goleiro Rafael até tentou alcançar a bola, mas ela balançou as redes em um golaço do time de Sombrio, no ângulo: 2×1.

Segundo tempo

Na segunda etapa, ambas as equipes optaram pela cautela nas jogadas. Nos primeiros 10 minutos, muitos erros de passes e bolas rifadas aconteceram. A primeira grande chance foi aos 13 minutos da segunda etapa, quando Ramon, do 6Caneco, cobrou falta na entrada da área. O chute passou ao lado da barreira e o goleiro tentou encaixar a bola, mas acabou soltando por um momento, quase falhando. Quando o atacante adversário se aproximou, o goleiro conseguiu se recuperar e ficar com a posse da bola.

O jogo continuou mais truncado e cauteloso. Nenhuma das equipes conseguiu pressionar, as jogadas falharam e não ofereceram grande perigo. Aos 24 minutos, o camisa 9 do 6 Caneco, Ramon, recebeu bola na área e chutou forte no gol. O goleiro espalmou para escanteio. Na cobrança de escanteio aos 25 minutos, Marcelo Vidal entrou na área e acabou derrubado. O árbitro marcou pênalti para o 6Caneco. Ele mesmo bateu o pênalti, de esquerda, no canto esquerdo. O goleiro pulou para o lado oposto. O chute foi em meia altura e bateu na haste que sustenta a rede, no fundo do gol: 2×2.

Aos 29 minutos, o time de Içara deu a resposta. Após jogada individual de Foguinho dentro da área, ele cruzou na medida para o camisa 19, Lucas, que cabecioua para o fundo do gol, fazendo o terceiro gol da partida: 3×2. Um minuto depois, o 6Caneco teve uma chance clara em que o atacante do time sombriense chutou fraco, em cima do goleiro. Aos 33 minutos, Maurício Raupp, já no banco de reservas, recebeu cartão vermelho por reclamação.

Aos 42 minutos, o Içara teve pênalti favorável após a bola bater no braço do defensor adversário. Quem cobrou a penalidade é o atacante Lucas, no canto rasteiro direito. O goleiro Cássio foi na direção da bola, se esticou todo, mas não conseguiu impedir que a bola balançasse as redes: 4×2. Com esse placar, o Içara se sagrou campeão da segunda divisão da Larm.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.