Eleição no Tigre fica para abril

Devido à reestruturação que o clube passa, escolha do vice-presidente administrativo será feita apenas em abril

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Cargo vago desde a renúncia de Jaime Dal Farra e a consequente posse de Anselmo Freitas, a vice-presidência de administração do Criciúma ficará sem um eleito até abril. De acordo com o estatuto do clube, a escolha deveria acontecer até 30 dias depois da saída do antecessor. Porém, nesta quinta-feira, um comunicado assinado pelo presidente do Conselho Deliberativo do clube, Carlos Henrique Alamini, no site oficial do Tigre, adiou a eleição para a próxima sessão ordinária do Conselho – que deve acontecer em meados de abril.

O documento atende a um pedido de Anselmo Freitas para a postergação da escolha, que aconteceria em uma reunião extraordinária do Conselho, neste mês, devido ao momento de reestruturação que o clube vive nos setores administrativo e de futebol – com a montagem da equipe de gestão, contratação de atletas, busca de patrocínios, captação de recursos e readequação do clube.

Assim, o próximo encontro do Conselho terá por finalidade eleger o novo vice-presidente administrativo, aprovação do orçamento deste ano e explanação do presidente executivo aos conselheiros.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.