Cocal do Sul quer sediar primeira competição esportiva na pandemia

Cidade planeja promover primeira Copa de Vôlei Feminino no dia 16 de maio

Dolls Team é a equipe que há anos representa Cocal do Sul no voleibol amador (Foto: Divulgação)
- PUBLICIDADE -

Gustavo Milioli

Cocal do Sul

- PUBLICIDADE -

A região está próxima de voltar a receber competições esportivas amadoras presenciais. Ao menos, essa é a vontade de Cocal do Sul, que agendou para o dia 16 de maio a realização da primeira edição da Copa de Vôlei Feminino, no Ginásio Municipal Gillio Búrigo.

O evento ainda dependerá dos decretos estaduais em vigência. “Aguardamos a confirmação para os próximos 10 dias, esperamos que as medidas restritivas permitam”, informa Jean Reis, diretor de esportes da Prefeitura de Cocal do Sul. A competição terá a presença de oito equipes adultas de voleibol feminino, provenientes de diferentes cidades de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul.

Todas as atletas, membros da comissão técnica, árbitros e organizadores serão testados para o coronavírus antes do início dos jogos. “Só entra quem testar negativo”, antecipa Reis. O diretor destacou que as práticas esportivas não devem ser deixadas de lado, mesmo em um momento de pandemia. “Vemos os ônibus circulando, salas de aula cheias, bares e restaurantes sempre funcionando… O esporte também tem uma importância fundamental para a sociedade. O esporte é essencial”, afirma.

A ideia de promover o torneio surgiu do próprio time de vôlei feminino de Cocal do Sul, o Dolls Team. “As atletas treinavam em nosso ginásio e falaram sobre a falta de competições, foi aí que decidimos trazer essa copa para cá e valorizá-las”, comenta. Cada equipe participante precisou fazer o pagamento de R$ 200 para a inscrição. Todo o valor arrecadado será destinado ao Dolls Team. “Não haverá presença de torcida, e todas as normas sanitárias serão seguidas rigorosamente”, encerra Reis.

Em agenda na capital, esporte também em pauta

O prefeito de Cocal do Sul, Fernando de Fáveri, ao lado do vice-prefeito Erik Zeferino e dos professores Igor Mouro e Jean Reis, cumpriu agenda em Florianópolis nesta terça-feira, em busca de pleitos para o município. Um dos locais visitados foi a Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), entidade que confirmou o repasse de R$ 215 mil para a revitalização do Complexo Esportivo Jaime Elias.

O local terá como melhorias a troca da grama sintética, tela de proteção, alambrado e reparo nas calçadas. Além disso, o prefeito também tratou do projeto para a construção de uma arena multiuso, cuja proposta já foi protocolada em Brasília. Kelvin Soares, presidente da Fesporte, se comprometeu em abordar o assunto nesta semana com o secretário nacional de Esportes. “Outra pauta que pleiteamos com ele foi a respeito do reinício das atividades esportivas e a primeira Copa de Vôlei Feminino, que marcada para o dia 16 de maio em nossa cidade”, ressalta de Fáveri.

Equipes participantes:

  • – Dolls Team (Cocal do Sul)
  • – Fênix (Criciúma)
  • – Penélope (Içara)
  • – Formas (Sombrio)
  • – DME (Lauro Müller)
  • – Zimba (Imbituba)
  • – Inter Santos (Florianópolis)
  • – Unidas Capão (Capão da Canoa – RS)
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.