Caravaggio vence e lidera na Terceirona

Azulão da Montanha toma susto, mas vence o Porto por 6 a 3 e divide a primeira colocação da Série C do Catarinense com o Blumenau


- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O Azulão da Montanha fez um primeiro tempo primoroso, diminuiu a velocidade na etapa final, mas ainda assim bateu o Porto, de Porto União, por 6 a 3, na tarde deste domingo, no estádio Mário Balsini, em Criciúma. Com o placar, o Caravaggio chegou aos nove pontos na tabela e alcançou o Blumenau, que folgou na rodada. O time de Nova Veneza leva vantagem no saldo de gols. Nos primeiros 45 minutos, o Caravaggio chegou a fazer 4 a 0 no adversário, mas permitiu a reação do Porto e sofreu no final da partida. Porém, garantiu a vitória. Maicon Ermo, Jackson (duas vezes), Marcel, Wagnão e Alisson marcaram os gols do Azulão. Rodrigo, Jeferson e Zé descontaram para o Porto.

O Caravaggio começou a partida em alta velocidade. Logo no primeiro minuto, João Filipe tentou a finalização e a bola pegou na mão do zagueiro do Porto, mas o árbitro nada marcou. Aos três minutos, entretanto, o Azulão da Montanha abriu o placar. Marcel fez boa jogada pela esquerda e tocou para Giba que cruzou para Maicon Ermo apenas completar para a rede: 1 a 0 para o Caravaggio no Mário Balsini.

A partir daí, o time de Porto União passou a tentar mais as jogadas ofensivas. Aos 10 minutos, Zé tentou a finalização, mas Rodrigo pegou bem. Dois minutos depois, o camisa 10 do Porto tentou novamente a finalização, mas a bola saiu pela linha de fundo. O Azulão deu a resposta em grande estilo: aos 15 minutos, após boa jogada pela direita, Alisson cruzou, Wagnão não alcançou, mas a defesa do Porto falhou e Jackson completou para a rede, na pequena área, para ampliar: 2 a 0 para o Caravaggio.

O time de Nova Veneza seguiu implacável na partida. Aos 23 minutos, Marcel, um dos artilheiros da competição, ampliou. Maicon Ermo bateu escanteio para o irmão completar para a rede e marcar 3 a 0 para o Caravaggio. Não deu tempo nem para o torcedor terminar de comemorar e o time ampliou: aos 26 minutos, Jackson cobrou escanteio e Wagnão completou para a rede: 4 a 0 para o Azulão da Montanha. O time treinado por Serraninho aproveitava bem as bolas paradas e não tomava conhecimento do time de Porto União. O Caravaggio reduziu a velocidade e o Porto conseguiu descontar, aos 37 minutos: 4 a 1 – em uma falha coletiva do Azulão da Montanha.

Na etapa final, a partida foi mais cadenciada e com o Caravaggio tentando garantir o resultado. O Porto, porém, tentou diminuir ainda mais o prejuízo. Aos 27 minutos, Jeferson pegou uma sobra, após uma jogada de bate-e-rebate, e marcou o segundo do time de Porto União: 4 a 2. Aos 35 minutos, Jackson chutou de fora da área, João Pedro espalmou e Wagnão finalizou, sem ângulo, mas a bola passou em cima da linha e saiu. O Porto marcou o terceiro aos 38 minutos da etapa final, com Zé, e deu emoção ao final da partida. Aos 43 minutos, o gol do desafogo: Alisson bateu forte, de fora da área, e marcou um golaço: 5 a 3 para o Caravaggio. Aos 47 minutos, o mesmo Alisson fez uma boa jogada, invadiu a área e foi derrubado: pênalti. Jackson bateu e deu números finais à partida: 6 a 3 para o Caravaggio e liderança garantida na Série C do Catarinense.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.