Brusque perde três pontos na Série B por caso de racismo

STJD julgou o clube na tarde desta sexta-feira, aplicando também uma multa de R$ 60 mil. Decisão ainda cabe recurso

Foto: Reprodução

- PUBLICIDADE -

O Brusque FC foi condenado a perda de três pontos no campeonato Brasileiro da Série B e a 60 mil reais de multa pelas ofensas ao jogador Celsinho, do Londrina, no Estádio Augusto Bauer, dia 28 de agosto. O presidente licenciado do Conselho Deliberativo do clube, Julio Petermann, foi condenado a 360 dias de suspensão, mais multa de 30 mil reais, pelas ofensas ao jogador.

A maioria optou por acompanhar o voto do relator do caso, João Maffei, que reconheceu que o Brusque teve culpa na questão envolvendo as injúrias raciais na partida, bem como lembrou que o clube, na noite do dia seguinte ao jogo, divulgou uma nota oficial, chamada de “bizarra” pelo presidente da comissão, relativizando o caso e culpando Celsinho pelo caso. No dia seguinte, o clube divulgou nota oficial pedindo desculpas ao jogador.

- PUBLICIDADE -

Da decisão, cabe recurso ao Pleno do STJD. O Brusque foi defendido pelo advogado Osvaldo Sestário, e contando com os serviços do perito Valdecir Figueiredo, que examinou as imagens e afirmou que não é possível ter certeza que a palavra “macaco” tenha sido pronunciada durante o jogo. Por outro lado, Julio Petermann afirmou que realmente usou da expressão “cachopa de abelha” para atacar o jogador.

 

Via TV Brusque 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.