Baier lamenta eliminação no ‘detalhe’, e já pede foco total na Série C

Tigre foi derrotado por 3 a 0 pelo Fluminense neste sábado e parou nas oitavas de final da Copa do Brasil

Foto: Celso da Luz/Criciúma EC
- PUBLICIDADE -

Gustavo Milioli

Rio de Janeiro

- PUBLICIDADE -

Apesar da eliminação, o técnico Paulo Baier manifestou um discurso satisfeito com o desempenho apresentado pelo Criciúma nas duas partidas contra o Fluminense. Na visão do comandante, o Tigre encarou de igual para igual um adversário de Série A do Brasileirão e foi eliminado por detalhes. Ele lembrou que o Tricolor Carioca foi beneficiado ao descontar o placar com um pênalti irregular no confronto de ida, na semana passada.

“No futebol tudo é detalhe, eu sempre falo. Temos que analisar o detalhe do pênalti em Criciúma, o gol sofrido hoje aos três minutos. Depois, no segundo tempo, tomar outro gol logo aos sete minutos, em erros nossos. Mas eu tenho que ressaltar o orgulho do Criciúma, que voltou a jogar de igual para igual com as equipes grandes. Eu acho que não é momento de lamentar, vimos que o Criciúma joga de igual para igual com time de Série A”, observa. “Eles foram felizes nas conclusões. Nós tivemos mais a posse de bola, controlamos mais o jogo, mas futebol é assim, é bola na rede, não tem o que fazer”, complementa.

O treinador, ainda no vestiário do Maracanã, tratou de dar ânimo ao elenco, já projetando a sequência na Série C. O Criciúma volta a campo na quarta-feira, contra um adversário direto na busca pelo acesso.

“Eu já conversei com os jogadores, o presidente também se pronunciou, dando moral ao grupo, que vem jogando muito bem e se dedicando ao máximo. A gente está fechado e unido, acredito que na quarta-feira já iremos virar a chave, porque a Copa do Brasil já ficou para trás”, destaca.

Baier não poderá contar na partida contra o Ituano com Dudu Vieira e Rodrigo, suspensos. Fellipe Mateus, substituído ainda no primeiro tempo contra o Flu por dores na perna, e Arilson, desfalque na viagem ao Rio de Janeiro, passarão por reavaliação pelo departamento médico, também correndo riscos de ficarem de fora. “O Fellipe machucou, pelo que o doutor nos falou. O Alemão também estava com dor. Mas a gente vai achar a melhor solução para o próximo jogo”, afirma. “Eu quero agradecer a todos por acreditarem, vamos dar sequência ao nosso trabalho e agora é focar 100% na Série C”, encerra.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.