Atlético-MG goleia e coloca mão na taça da Copa do Brasil

Galo superou o Athletico-PR por 4 a 0 no Mineirão

Foto: Pedro Souza/Atlético

- PUBLICIDADE -

O Atlético-MG colocou uma das mãos no troféu da Copa do Brasil após golear o Athletico-PR por 4 a 0, na noite deste domingo (12) no estádio do Mineirão, na partida de ida da decisão da competição nacional.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Apoiado por mais de 53 mil torcedores, o Galo dominou a partida desde o apito inicial. Cuca armou sua equipe de forma a pressionar a saída de bola do Furacão, que teve muitas dificuldades de encontrar espaços para criar alguma coisa.

Mas o placar foi aberto em uma jogada de bola parada. Aos 20 minutos, o argentino Zaracho cruzou e a bola bateu no braço de Léo Cittadaini. O árbitro então assinalou pênalti, que foi cobrado com perfeição por Hulk, que ampliou sua liderança na artilharia na Copa do Brasil, agora com 7 gols.

Mesmo com a vantagem a equipe mineira continuou ditando o ritmo do jogo. Assim, ampliou aos 34 minutos, quando Keno recebeu na intermediária, se livrou da marcação e bateu da entrada da área colocado para vencer o goleiro Santos.

Na etapa final o grande destaque foi o chileno Vargas, que entrou no lugar de Diego Costa ainda na etapa inicial. O atacante marcou o terceiro aos 10 minutos: Thiago Heleno errou a saída de bola e permitiu o domínio de Hulk, que foi à linha de fundo e cruzou. Santos espalmou e a bola sobrou para o camisa 10 do Galo escorar com liberdade.

O chileno voltou a brilhar aos 23 minutos, quando marcou o quarto após passe de Nacho.

Partida de volta

A partida de volta será na próxima quarta-feira (15), a partir das 21h30 (horário de Brasília), na Arena da Baixada, em Curitiba. Caso o placar agregado esteja empatado após os 180 minutos, o título será decidido na cobrança de pênaltis.

As informações são da Agência Brasil.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.