- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Agora tudo é Copa do Brasil para o Criciúma. Após a quebra do tabu de mais de cinco anos sem vencer o Figueirense, o foco do time treinado por Paulo Baier é no primeiro jogo das oitavas de final pela competição nacional. Ontem pela manhã, o elenco carvoeiro fez um treino tático no Centro de Treinamento Antenor Angeloni. Na atividade, o comandante Paulo Baier ajustou o time que inicia o jogo. Na sequência, os atletas treinaram finalizações. Os 11 titulares serão divulgados apenas uma hora antes da partida.

O Tigre realiza o último treino antes da partida na tarde de hoje. Após a atividade, o grupo inicia a concentração para o confronto. Como não poderia ser diferente, Baier considera os cariocas como favoritos para avançarem, mas não teme o adversário. “Eu vejo o Fluminense como favorito para passagem, mas nós vamos fazer de tudo para construirmos uma vantagem dentro de casa. Jogamos terça em casa, vamos respeitar o Fluminense, mas vamos jogar o nosso futebol”, pontua, ainda na sexta-feira, após a vitória diante do time da Capital.

O treinador do Criciúma afirma que o time vai atuar em busca da vitória. “Vamos buscar o gol, trabalhar da melhor forma e achar uma solução para iniciarmos com uma equipe bem competitiva e possamos fazer um grande jogo. Quem sabe a gente possa tirar uma vantagem para levar para o Rio”, diz.

O triunfo sobre o rival motiva e dá o “algo a mais” para o elenco carvoeiro. “Nos dá uma moral muito grande. Eu acho que a gente vai enfrentar um adversário pesado, que está jogando Libertadores e está entre os melhores do Campeonato Brasileiro”, ressalta Baier.

Objetivo do primeiro turno é atingido

O Criciúma encerrou o primeiro turno da Série C na terceira colocação do grupo B com 17 pontos. O objetivo traçado pela diretoria e comissão técnica era obter 15 pontos. Desta forma, o clube acumula uma “gordura” de dois pontos. “Acabou o primeiro turno e fizemos a nossa parte. Iniciamos, desde a primeira partida, contra o Ituano, até diante do Figueirense, que é o Turno inteiro, e não saímos do G4. Então, mostra que o trabalho não é bom, é excepcional. É um trabalho que tem muitas pessoas ajudando”, pontua Baier.

O comandante carvoeiro valoriza o trabalho de construção do elenco. “Há dois meses e meio, quando eu assumi, o time estava no fundo do poço, tinha caído para a segunda divisão do Campeonato Catarinense. A gente construiu tudo isso. E não é fácil reconstruir. Você pegar um time, e trazer duas ou três peças, você consegue encaixar. Começar do zero é muito difícil. Mostra que o meu trabalho está sendo bom e do grupo em geral também, mostra que os jogadores que a gente trouxe vêm ajudando. Reconhecimento do trabalho”, ressalta.

Críticas fazem parte do passado

Antes do clássico diante do Figueirense, em entrevista coletiva, Baier aumentou o tom das críticas contra a imprensa. Porém, após a vitória, o treinador ressaltou que o foco está no trabalho diário. “Isso (Críticas) faz parte do futebol, já passou. Nós seguimos o rumo, temos que focar no nosso trabalho, no dia a dia, como vamos fazer, sendo profissional e procurando valorizar principalmente o Criciúma. Eu sou um torcedor nato do Criciúma, tenho mais de 200 jogos aqui, títulos e o torcedor sabe em quem confiar e esta vitória é para os torcedores”, explica.

A estreia de Silvinho agradou muito ao comandante. “O Silvinho foi muito bem, eu diria que fez uma grande partida. O lado direito do Figueirense, depois, cresceu muito. Tiveram muitas oportunidades por ali e não sei se o Silvinho cansou. Então, optamos pelo Fellipe (Mateus) por ali e ele também sentiu. Entrou o Gabriel (Henrique) e fomos sentindo e corrigindo”, ressalta.

O time titular para o jogo de amanhã pode sofrer novas alterações. “Para mim todos os jogadores são titulares. É uma questão de opção e eu preciso tomar decisões. É a minha responsabilidade”, finaliza.

Cariocas chegam hoje ao Sul do Estado

Após ser derrotado por 1 a 0 para o Palmeiras, pela 13ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, o Fluminense se prepara para enfrentar o Criciúma, amanhã. A delegação carioca chega hoje em Jaguaruna. Eles chegam em voo fretado e ficarão hospedados em um hotel no bairro Nossa Senhora da Salete. Eles voltarão ainda na terça-feira para o Rio de Janeiro.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.