Novo Parque Industrial em Criciúma estimulará geração de emprego e renda

Projeto do Executivo aprovado na Câmara de Vereadores determina as diretrizes para implantação do Loteamento Industrial do Verdinho

Foto: Reprodução/Decom

- PUBLICIDADE -

Criciúma contará com uma nova área industrial, que será instalada no bairro Verdinho. O projeto PE 111/2021, do Governo Municipal, determina as diretrizes de implantação do Loteamento Industrial do Verdinho (LIV). Ele foi aprovado nesta semana na Câmara de Vereadores, sancionado pelo prefeito Clésio Salvaro e publicado nesta quinta-feira, 09, no Diário Oficial do Município.

O parque industrial, que será instalado onde se localiza o Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Pedro Raimundo, na Rodovia Jorge Lacerda, terá 21 terrenos, somando uma área total de mais de 23 hectares. Segundo o Governo Municipal, a intenção é abrigar empresas novas ou que desejam ampliar suas atividades. Para receber negócios de pequeno, médio e grande porte, o local possuirá terrenos de variadas dimensões, entre 3 mil e 20 mil metros quadrados.

- PUBLICIDADE -

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

“É mais um projeto que trará empresas para a região, colaborando para o desenvolvimento da cidade e fortalecimento da economia. Além disso, teremos mais emprego e renda para as famílias criciumenses. É uma área que fica a um quilômetro da BR-101, o que facilita toda a logística de transporte”, destacou o prefeito Clésio Salvaro.

A iniciativa está em andamento desde 2019. “A documentação, como matrícula, avaliação e consulta prévia dos terrenos já está pronta”, lembrou o coordenador da Casa do Empreendedor de Criciúma, Agenor Brunel. “O próximo passo é lançar o edital para que as empresas interessadas possam se inscrever na concorrência pública, para a compra dos terrenos”, complementou o Diretor de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação, Aldinei Potelecki. De acordo com ele, algumas indústrias já manifestaram interesse em empreender no local.

“Temos um processo de licitação em andamento, e em breve conheceremos a empresa responsável por toda a infraestrutura do loteamento”, afirmou o secretário municipal de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, Tita Belloli.

Conforme consta no projeto, o Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico (CMDE) é o responsável por fiscalizar o processo de instalação de negócios no loteamento. As empresas interessadas em adquirir os terrenos no LIV terão que dar como entrada 30% do valor do imóvel, e pagar o restante em até 12 meses. Além do futuro parque, Criciúma já possui cinco áreas industriais, localizadas nos bairros Cristo Redentor, Rio Maina, Laranjinha, Linha Batista e Recanto Verde.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.