IPTU 2021: Criciúma já arrecadou mais de R$ 15 milhões

Somente no dia do vencimento da primeira parcela e da cota única foram arrecadados R$ 5,8 milhões

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

A Prefeitura de Criciúma já arrecadou mais de R$ 15 milhões com a primeira parcela e a cota única do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) 2021, que venceu na última sexta-feira (26). Somente no dia do vencimento foram arrecadados R$ 5,8 milhões do imposto. No mesmo dia, também venceu o prazo para pagamento da taxa de Alvarás.

Conforme o secretário municipal da Fazenda, Celito Cardoso, o órgão municipal lançou R$ 43 milhões em guias de IPTU para este ano. “No dia 26, foram R$ 5,8 milhões pagos da primeira parcela e da cota única. O nosso sistema também registrou a arrecadação de mais de R$ 4,1 milhões em Alvarás. Os contribuintes que perderam o prazo de pagamento devem imprimir novamente a guia, que já estará recalculada com os juros”, explicou.

- PUBLICIDADE -

Emissão de guias

As guias podem ser emitidas pelo site (iptu.criciuma.sc.gov.br). Os carnês também podem ser retirados gratuitamente no Procon, nas três intendências (Rio Maina, Santa Luzia e Quarta Linha), 1º e 2º Tabelionato de Notas e Protestos de Criciúma, Escrivania de Paz, do Rio Maina, 1º Ofício de Registro de Imóveis de Criciúma e também no Paço Municipal Marcos Rovaris.

Isenção

O pedido de isenção do IPTU pode ser feito até dia 31 de março. O requerimento deve ser feito presencialmente no setor de Arrecadação, sendo necessário levar documentos e atender os requisitos estabelecidos pela Lei Complementar n° 305/2018 e Decreto SF/n° 1358/2018. A isenção pode ser aplicas em alguns casos, como aposentados e pensionistas, pessoas classificadas como baixa renda ou que recebam Bolsa Família, área de preservação e imóvel locado a igrejas ou templos de qualquer culto.

Para aqueles que querem fazer a renovação da isenção do IPTU, basta se dirigir ao Paço Municipal com os seguintes documentos: cópia de carteira de Identidade e CPF, comprovante da isenção do ano anterior, comprovante de residência e comprovante de renda de todos que moram na residência.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.