Estadual: SC ultrapassa marca de 200 mil novos empregos em 2021

Apenas em novembro, foram criados 17,8 mil novos postos de trabalho no estado

Foto: Maurício Vieira/Secom

- PUBLICIDADE -

A economia de Santa Catarina segue mostrando sinais de forte recuperação em 2021. Em novembro, o Estado ultrapassou a marca de 205,8 mil novos empregos formais, de acordo com o Ministério da Economia. É o melhor resultado da série histórica do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Apenas em novembro, foram criados 17,8 mil novos postos de trabalho em solo catarinense. Os dados foram divulgados na manhã desta quinta-feira, 23.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Na opinião do governador Carlos Moisés, o resultado demonstra a força do setor produtivo catarinense. Com os mais de 205 mil empregos em 2021, houve um aumento de 9,7% no estoque de vagas formais no Estado. Isso significa um crescimento acima da média nacional.

“Nosso Estado tem uma economia forte e diversificada. Sofremos um baque com a pandemia, mas estamos conseguindo buscar a recuperação. O mérito desse resultado é dos empreendedores e do povo catarinense. O Governo de Santa Catarina tem buscado atuar como um facilitador do desenvolvimento, atuando lado a lado das forças produtivas”, afirma o chefe do Executivo.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon, conta que, mesmo com uma população menor, Santa Catarina gerou mais empregos que os vizinhos Rio Grande do Sul e Paraná: “Em números absolutos, ficamos apenas atrás de São Paulo e Minas Gerais, que possuem populações muito maiores. O Governo de Santa Catarina tem trabalhado em duas frentes: garantir a saúde dos catarinenses e também o emprego das pessoas. Isso representa dignidade para as famílias. Seguiremos nesse caminho”.

Na divisão por setores, os serviços obtiveram o melhor resultado de novembro no Estado, com 9.283 vagas criadas. Em seguida, apareceram o comércio (8.185), a agropecuária (274) e a construção civil (194). Apenas a indústria teve saldo negativo (-67).

No acumulado do ano, as 10 cidades que mais geraram empregos no Estado foram Joinville (17.223), Blumenau (14.389), Florianópolis (12.796), São José (11.749), Itajaí (10.674), Chapecó (7.987), Jaraguá do Sul (7.471), Palhoça (5.697), Criciúma (5.437) e Brusque (5.312).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.