Criciúma é o município da Amrec que mais gerou empregos em fevereiro

Cidade também ficou em oitavo lugar no ranking de Santa Catarina

Foto: Lucas Colombo/TN
- PUBLICIDADE -

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), Criciúma registrou 4.075 mil novos empregos formais em fevereiro, finalizando o mês com um saldo de 867. A quantia garantiu o primeiro lugar entre as 12 cidades da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) e a oitava posição em Santa Catarina.

“Mesmo com todas as dificuldades da pandemia, nós não descuidamos da saúde da nossa população nem da economia da cidade. Estamos apoiando e incentivando todos os empreendedores. O nosso objetivo é cada vez mais proporcionar empregos de qualidade e renda para os criciumenses”, declarou o prefeito Clésio Salvaro.

- PUBLICIDADE -

De 4.705 admissões, registradas pelo Caged, em Criciúma, a maioria está concentrada nos setores de serviços (1.716), indústria (1.131), comércio (909), construção (316) e agropecuária (3).

700 novas empresas

Dados, levantados pela Casa do Empreendedor do Governo de Criciúma, também apontaram um acréscimo de quase 270 novas empresas nos dois primeiros meses de 2021, em comparação com o mesmo período de 2020, antes do início da pandemia de coronavírus. Só em janeiro e fevereiro, foram 702 alvarás emitidos, o que representa um acréscimo de mais de 60% em relação ao ano passado.

Ainda, conforme os números levantados, entre as 702 empresas neste período, pelo menos 126 são de Microempreendedores Individuais (MEIs), 109 são microempresas e o restante empresas de pequeno e médio porte.

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.