Criciúma: Dias de ofertas no comércio regional

Semana do Brasil acontece até o dia 13 de setembro e busca fomentar as vendas em um mês que não possui datas comemorativas

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Até segunda-feira, dia 13, o comércio de Criciúma e região participa da Semana do Brasil. Esta é uma temporada de descontos, criada pelo Governo Federal, com participação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDLs) locais, que serve para fomentar as vendas em um mês que não possui datas comemorativas estimulantes ao varejo. “A gente está influenciando bastante os nossos lojistas a fazerem ofertas nesse período. A gente quer que a data se consolide. Ela não é uma data que está no calendário e na lembrança das pessoas. A gente quer transformá-la em uma data que o consumidor tenha vontade de sair para comprar e o lojista coloque ofertas”, explica o presidente da CDL de Criciúma, Tiago Marangoni.

A expectativa da entidade é de boas vendas com essa ação. Entretanto, o movimento ainda é pequeno, por se tratar de um novo período de estímulo às compras. “Estamos trabalhando internamente, com nossos associados. Fizemos contato via e-mail e nos treinamentos, então, queremos que isso cresça. Por enquanto, o movimento ainda é pequeno, temos algumas lojas participando, inclusive, até de rede”, pontua Marangoni. “Então, o comércio de Criciúma está se movimentando e é um período legal para promover ofertas, pois setembro não tem datas comemorativas”, completa.

O momento, segundo Marangoni, é dedicado aos lojistas fazerem as trocas de estoques e produtos, através de ofertas.“É uma oportunidade de girar estoque. Principalmente agora. Eu, por exemplo, tenho loja de moveis e é um período que estou trocando de linha de produtos. Imagina na moda que está saindo o inverno: é uma ótima oportunidade para fazer ofertas”, comenta.

Em outubro, mesmo com o Dia das Crianças, também não há um grande movimento no comércio, desta forma, a intenção é ter a Semana do Brasil como grande data do período para as vendas. “Em outubro, tem o Dia das Crianças, que não atinge um público grande, então é um negócio muito bom e torcemos para que se desenvolva muito. Estamos fazendo nosso papel, como CDL, de estimular os lojistas a terem ofertas. Isso é o principal”, ressalta.

Sábado Mais no dia 11 em Criciúma

Com a Semana do Brasil, o comércio de Criciúma realizará mais uma edição do Sábado Mais, no dia 11. A data servirá como mais um incentivo às vendas. “Será um dia bom para o pessoal aproveitar as ofertas. É troca de linha e modelos, terão preços bons e descontos. Aqui na loja, por exemplo, temos ate 40% de desconto. A gente quer que gire os produtos para que o dinheiro não fique parado. Os comerciantes estão com esse pensamento”, pontua.

Os comerciantes manterão as portas abertas das 9h às 17h, assim como já aconteceu no último sábado. “Nossa ideia é aproveitar a força do Sábado Mais para fortalecer a Semana do Brasil, e a consolidando como uma importante data no calendário varejista. Convidamos os consumidores a aproveitarem mais essa oportunidade. O comércio estará preparado e, o principal, seguro, para bem atender a todos”, complementa Tiago.

Balanço será feito na próxima semana

O balanço oficial de vendas no comércio será feito na semana que vem. Só aí os comerciantes saberão os resultados efetivos da Semana do Brasil. Marangoni, porém, está confiante em um aumento das vendas.  “A maioria dos associados são pequenos e médios comerciantes e que estão participando da Semana. Após o dia 13, vamos saber qual foi o resultado efetivo das promoções, mas, com certeza, será positivo”, destaca.

A iniciativa deve continuar movimentando as ruas e o comércio em torno de ações diferenciadas e promoções pensadas exclusivamente para o período. “Queríamos que os lojistas colocassem bandeiras do Brasil nas vitrines, mas a polarização política preocupa um pouco. Então, o incentivo é para as ofertas mesmo. É mais uma chance de atrair clientes e aquecer as vendas”, conta o presidente.

Para auxiliar os comerciantes, a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL) de Santa Catarina desenvolveu gratuitamente uma campanha de apoio, com peças para redes sociais, banners para vitrines, outdoor, camisetas e outras artes. “É hora de retomar o nosso crescimento. E todas as ações para alcançarmos este objetivo são muito bem-vindas”, finaliza.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.