Balneário Rincão amplia área industrial

Nove hectares foram adquiridos pelo Governo Municipal e correspondem a 23 novos terrenos para investimentos. Há pelo menos 45 empresas interessadas no local

Foto: Lucas Colombo/ Arquivo TN
- PUBLICIDADE -

Balneário Rincão

Em busca da expansão econômica de Balneário Rincão, o Governo Municipal adquiriu mais nove hectares, com um investimento que ultrapassa R$ 2 milhões, para a ampliação da área industrial. Ao todo, são 23 novos lotes disponíveis para a implantação de empresas e há, pelo menos, 45 interessadas em um terreno no local.  Atualmente, a prefeitura seleciona os negócios e prioriza os empresários que pretendem iniciar as construções de forma imediata.

- PUBLICIDADE -

“Estimamos que até o fim de julho nós já tenhamos concedido às áreas. Nós temos hoje 45 empresas pleiteando os terrenos. Havia um terreno anterior com quatro hectares que foram doados no passado de uma forma sem critério, então alguns empresários se tornaram possuidores, mas sem condições de se tornarem proprietários. Alguns deles sequer construíram e geraram empregos, então eu comecei a notificá-los e tomar os lotes de volta”, explica o diretor de Desenvolvimento Econômico em Balneário Rincão, Adroaldo Faraco.

Desta forma, a área industrial de Balneário Rincão possui mais de 13 hectares, sendo que nove foram adquiridos recentemente. “Aquele outro espaço já está consolidado, já há empresas lá dentro, mas alguns terrenos estavam ociosos, então esses a gente recuperou”, comenta Faraco. “Se não fosse a pandemia, a nossa área industrial já seria um canteiro de obras, na verdade, já é, estamos gerando empregos lá. Mas essa nova área é virgem, ainda não foi consolidada”, completa o diretor de Desenvolvimento Econômico.

Estima-se que, com o funcionamento pleno da área industrial, seja gerado no município R$ 1,5 milhão de tributos mensais e cerca de mil empregos diretos. “O governo do prefeito Jairo Custódio colocou o Rincão na ponta do desenvolvimento econômico de toda a região, sem dúvidas nenhuma, só faltava a cereja do bolo, que é a geração de empregos. Com isso, agora, o município passa a não ser mais um fornecedor de mão de obra, mas sim, um importador. Muitas empresas estão vindo para cá e a cidade vai se tornar ainda mais interessante”, pontua Faraco.

O principal critério para venda dos terrenos é a construção imediata das empresas e, aqueles que não quiserem iniciar às obras agora, poderão ser selecionados em outra oportunidade. “As empresa que ainda não fizeram o pedido, elas ainda podem fazê-lo, até porque, outras que já o fizeram e não vão construir, nós vamos deixar para outro momento”, afirma o diretor de Desenvolvimento Econômico

A ampliação da área industrial também serve como alento para aos moradores de Balneário Rincão. “Durante a baixa temporada, o pessoal passava fome, a população tinha que procurar emprego em outras cidades, agora poderão trabalhar aqui. Claro que isso vai decorrer entre este ano e ano que vem, mas a cidade se coloca como a bola da vez, também em função de estar a 10 minutos da BR-101”, finaliza Faraco.

Distrito recebe infraestrutura

De acordo com o secretário de Obras do município, Luiz Gustavo Laurindo, a infraestrutura do Distrito Industrial já está sendo realizada pela equipe. “Estamos executando para poder comportar as empresas ali. Já fizemos as demarcações das estradas, entramos com a primeira base de barro, mas ainda falta a manutenção do espaço onde os caminhões vão poder transitar. A ideia inicial é fazer a pavimentação, tanto na parte que já existe, quando na nova, mas a princípio só está no projeto, não há previsão de execução”, enfatiza.

 

 

 

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.