SC: Trabalhadores da educação querem paralisação das aulas presenciais

Assembleia foi realizada nesta segunda-feira

Foto: Cristiano Estrela/Secom
- PUBLICIDADE -

Em assembleia organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores na Educação Pública Estadual de Santa Catarina (Sinte/SC) ontem, trabalhadores deliberaram pela paralisação das aulas presenciais e seguirão as aulas de forma online. A decisão partiu depois dos crescentes casos positivos de Covid-19 na comunidade escolar do ensino público do Estado.

Em nota, o Sinte se manifestou quanto à decisão. “Santa Catarina vive um colapso na saúde. Hospitais lotados, sem vagas nas UTIs e alguns prefeitos começam a tomar medidas mais drásticas de lockdown para tentar conter o crescente número de infectados pela Covid-19. Paralelo a este cenário desesperador, acompanhamos o governador Moisés, seguindo a política negacionista de Bolsonaro, expondo os trabalhadores da educação, estudantes e familiares ao risco de contrair o coronavírus com a manutenção das aulas presenciais”, disse o documento.

- PUBLICIDADE -

Desta forma, conforme o sindicato, as aulas online começam nesta terça-feira com aplicativos alternativos, até que o governador libere os aplicativos oficiais do governo do Estado.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.