SC anuncia oferta de 1.200 bolsas em cursos de licenciatura pelo Uniedu

O investimento para a formação de novos profissionais pode chegar a R$ 1,56 milhão e será aplicado no segundo semestre de 2021

Foto: James Tavares / Arquivo / Secom
- PUBLICIDADE -

O governador Carlos Moisés e o secretário de Estado da Educação, Luiz Fernando Vampiro, anunciaram nesta quarta-feira, 16, a publicação de um edital com 1.200 bolsas de estudo para cursos de licenciatura pelo Programa de Bolsas Universitárias de Santa Catarina (Uniedu). O investimento para a formação de novos profissionais pode chegar a R$ 1,56 milhão e será aplicado no segundo semestre de 2021.

“Esta é uma medida para qualificar ainda mais a nossa rede de ensino e nossos professores, atraindo ótimos profissionais. O valor de cada bolsa pode chegar a R$ 1.300,00, se somados o auxílio de permanência dos estudantes nas universidades”, explicou o governador.

- PUBLICIDADE -

O secretário Luiz Fernando Vampiro esclareceu que todas as universidades de Santa Catarina podem participar do edital e que ele também valoriza a oportunidade de formação de profissionais da Educação qualificados no Estado. “É um anúncio muito esperado pela rede, para que possamos formar mais profissionais que venham a qualificar o ensino catarinense, seja ele público ou privado. É mais uma ação convergindo para o protagonismo que a educação catarinense vem tendo no ano de 2021.”

As 1.200 vagas em cursos de licenciatura serão oferecidas em universidades comunitárias e particulares localizadas nos territórios correspondentes a 17 Coordenadorias Regionais de Educação de Santa Catarina. Para definir os locais e os cursos ofertados, a Secretaria de Estado da Educação (SED) realizou um estudo de demanda da rede estadual de ensino, que leva em conta a necessidade de novos professores habilitados em cada região catarinense.

As bolsas que serão oferecidas pelo Uniedu incluem a mensalidade dos cursos, que ficam estabelecidas em no máximo R$ 900,00, e uma Bolsa-Permanência de mais R$ 400,00, que é repassada diretamente aos estudantes e serve para cobrir gastos como materiais didáticos, transporte ou alimentação durante a graduação. Os recursos para oferta da bolsa serão aplicados pelo Fundo de Apoio à Manutenção e ao Desenvolvimento da Educação Superior (FUMDES).

O edital divulgado nesta quarta-feira trata do credenciamento das instituições de Ensino Superior que irão ofertar as bolsas em cursos de licenciatura. O prazo estabelecido para que as universidades enviem a documentação exigida e formalizem a inscrição no edital termina em 7 de julho. No dia 14 de julho, a SED divulgará a lista com as instituições selecionadas para oferta das bolsas.

O edital completo do programa está disponível no site do Uniedu.

Investimento histórico

Na última terça-feira, 15, o Governo de Santa Catarina anunciou o acréscimo de R$ 140 milhões ao orçamento do Uniedu para o segundo semestre de 2021. Somados aos R$ 327,3 milhões divulgados em fevereiro, valor que já era o maior em toda a história do programa, o Estado pode investir até R$ 467,3 milhões na oferta de bolsas de ensino superior a estudantes catarinenses em todo o ano.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.