Dia do Estudante: mãe e filha encaram a vida universitária na Unesc

Cheila e Geórgia dividem a rotina de estudos com orgulho e admiração uma a outra

Foto: Mayara Cardoso/Divulgação Unesc

- PUBLICIDADE -

Quem vive a rotina universitária sabe que a missão de se dedicar aos estudos, muitas vezes conciliada com trabalho e demais afazeres diários, não é fácil. Se o apoio de familiares, amigos e colegas é importante, imagina contar com a presença da mãe, ou da filha, como colega de graduação? Para Cheila Oliveira da Silva e Georgia da Silva Jardim, moradoras de Arroio do Silva, essa é uma realidade e, aliás, uma realização muito feliz. As duas são acadêmicas do curso de Enfermagem da Unesc e, juntas, buscam todos os dias o sonhado diploma da graduação.

O início da jornada das estudantes foi diferente, porém, o tempo e a força de vontade, deram a chance de os caminhos se unirem. Cheila iniciou a graduação em Porto Alegre, onde morava com toda a família. Algum tempo depois, ao prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e concorrer a uma bolsa de estudos do Programa Universidade para Todos (ProUni), no entanto, a filha, Georgia, foi aprovada para o curso de Educação Física em Criciúma, o que foi o início de uma grande transformação para a família.

- PUBLICIDADE -

Com a oportunidade, Georgia, que tinha ainda no coração o desejo de cursar Enfermagem, mudou-se de Porto Alegre para Criciúma. Após alguns meses ela conseguiu uma transferência para a Unesc, no curso que tinha seu coração. “Nessa época meus pais e meu irmão vieram morar aqui também para nos dar suporte e minha mãe também conseguiu uma bolsa no Prouni para continuar a graduação que tinha iniciado no Rio Grande do Sul”, explica Georgia.

Além de colegas, as duas estudantes permanecem juntas até no trabalho, já que ambas atuam no Hospital Regional de Araranguá. Mesmo estando em fases diferentes, mãe e filha têm conseguido conciliar também algumas das disciplinas e garantem que a parceria em sala de aula e na rotina de trabalho é cada vez maior. “Uma ajuda a outra. Somos muito companheiras e tenho muito orgulho de dividir essa oportunidade com a minha mãe. Ela me ensina todos os dias”, garante a jovem.

Para Cheila, que atua há mais de dez anos como técnica de enfermagem, é um grande prazer realizar o sonho da graduação ao lado da filha. “É claro que eu gostaria de ter tido a oportunidade de concluir a graduação antes, porém sou muito grata em poder fazer isso agora e contar com o apoio dela. É um desafio voltar aos estudos depois de algum tempo, costumo dizer que o HD já está mais cheio, mas com a nossa troca de experiências fica mais fácil”, comenta a mãe.

O empenho para que a conquista dupla do diploma seja possível envolve ainda os homens da casa: pai/marido e irmão/filho. “Meu marido deixou um emprego de dez anos em uma empresa em Porto Alegre para vir com nosso filho para Criciúma e nos dar suporte aqui. Hoje ele trabalha como motorista de aplicativo e, desta forma, consegue nos ajudar na locomoção até a Unesc. Enquanto estudamos, ele trabalha na cidade e voltamos juntos depois da aula”, explica Cheila.

Ao vislumbrar o término da graduação das enfermeiras da casa, conforme a matriarca, a ideia é proporcionar uma pós-graduação ao marido. “Atualmente ele trabalha como autônomo e consegue nos ajudar. Quando nos formarmos queremos possibilitar que ele também possa estudar, fazer uma pós-graduação, e se qualificar para um trabalho na sua área de formação, a administração”, completa orgulhosa.

Exemplos entre histórias inspiradoras

Quem acompanha a dedicação das alunas em sala de aula confirma o que fica nítido nos olhares apaixonados pela profissão que escolheram. “Elas são excelentes alunas. Para nós é um orgulho tê-las como acadêmicas e, logo, egressas levando o nome da Unesc com a excelência em suas vidas profissionais. As duas representam muito bem a garra e a dedicação dos alunos da nossa Universidade”, garante a coordenadora-adjunta do curso de Enfermagem, Ioná Vieira Bez Birolo.

As histórias de superação e realização vividas diariamente no campus, para a reitora, Luciane Bisognin Ceretta, são inspiradoras e dão sentido ao trabalho realizado pela gestão. “Nossa dedicação é por eles e para eles: os estudantes. Nosso propósito é levar conhecimento, por meio do ensino, da pesquisa e da extensão, de forma plural, o que transforma vidas. Quem está na Unesc sabe que não falamos isso da boca para fora. Os alunos nos inspiram, nos mostram que o trabalho vale a pena em prol da ciência e da realização dos seus sonhos e projetos de vida”, pontua a reitora.

Reta final de matrículas

Os cursos de graduação presencial da Unesc estão em reta final de matrículas para início ainda neste segundo semestre. Os interessados em conhecer de perto a estrutura da Universidade e as possibilidades de bolsas de estudo e garantir a matrícula podem entrar em contato com a Central de Atenção ao Estudante (Centac) da Unesc por meio dos telefones (48) 9 9915-0433 ou ainda 3431-2545 ou 3431-4500 ou ainda pelo e-mail graduacao.unesc.net.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.