Curso de Enfermagem da Unesc contribui com o acadêmico e a comunidade

Edgar Laurindo Paulino é um dos exemplos de vida que foram preservadas por meio de ações de saúde do curso

Foto: Divulgação/ Mayara Cardoso
- PUBLICIDADE -

As ações de atendimento à comunidade realizada pelos estudantes da Unesc são constantes. Enquanto acadêmicos colocam em prática aquilo que estudaram em sala de aula e ganham experiência, a comunidade é atendida de forma gratuita e a Unesc forma profissionais já cheios de bagagem. No curso de Enfermagem essa realidade está entre os grandes diferenciais de profissionais de excelência e, de quebra, que prestam serviço de forma comunitária.

O vigilante Edgar Laurindo Paulino é a prova viva da diferença que as ações em saúde podem fazer na vida de cada um dos milhares de pacientes que passam por elas. No último mês ele participou da atividade que envolveu os estudantes da segunda fase do curso de Enfermagem da Unesc. Ao aferir sua pressão arterial em algo que seria um exame rotineiro, Edgar recebeu o encaminhamento para investigar hipertensão arterial.

- PUBLICIDADE -

Graças às orientações que recebeu, o trabalhador voltou seus olhares ao problema e agora já faz tratamento adequado, que poderá evitar complicações no seu quadro de saúde. “Foi muito importante para mim. Através dessa ação descobri que tenho pressão alta. Agradeço demais, pois foram todos muito prestativos conosco”, destaca.

Conforme a professora da disciplina Processo de Cuidar I, responsável pelo projeto, Paula Zugno, o mais importante é que o estudante perceba que o aferir a pressão arterial é muito mais que um procedimento técnico. “É uma oportunidade de cuidado ao indivíduo onde é possível, através do conhecimento teórico adquirido em sala de aula, identificar condições de risco de saúde à pessoa”, reitera.

Para a coordenadora do curso, Ioná Bez Birolo, quanto mais os alunos são inseridos nos cenários, mais fazem a relação com a teoria e mais conseguem aprender. “Neste caso, mesmo sendo uma fase bem inicial na qual os alunos tinham como objetivo o aprendizado sobre os sinais vitais, foi possível identificar essa alteração e prevenir uma situação mais grave. Sabemos que a hipertensão por vezes é silenciosa e um atendimento oferecido dessa forma pode salvar vidas”, declara.

Saber do resultado positivo, para a idealizadora da ação, professora Zoraide Rocha, é uma satisfação. “Em situações como essa os alunos já se sentem pertencentes ao cenário da saúde e, de fato, são. “Desta forma precisamos várias situações que podem advir da pressão arterial elevada, como acidente vascular encefálico, infarto agudo do miocárdio, complicações renais e cardíacas, e todo os sintomas que a pressão arterial elevada pode apresentar”, comenta.

Faça parte

Esse é só um dos muitos exemplos de cidadania exercidos por meio dos atendimentos promovidos pelo curso de Enfermagem. Ao exercer o ato de cuidar, desde a primeira fase, o aluno mergulha no mundo de possibilidades oferecidas no curso.

Para fazer parte deste universo basta garantir a vaga para ingresso já no segundo semestre de 2021. As matrículas para a graduação estão abertas na Unesc e são realizadas sem vestibular.

Mais informações sobre as formas de ingresso e possibilidades de bolsas de estudo podem ser obtidas no site graduacao.unesc.net ou diretamente com a Central de Atenção ao Estudante (Centac) da Unesc por meio dos telefones (48) 9 9915-0433 ou ainda 3431-2545 ou 3431-4500.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.