Alunos das escolas municipais voltam às aulas em Criciúma

Escolas municipais terão três modalidades: remoto, semipresencial e presencial

Foto: Ana De Mattia
- PUBLICIDADE -

A velha movimentação dos pais deixando os filhos nas escolas e os reencontros de estudantes e professores, enfim, ocorreu nesta quarta-feira (17). Depois de um ano com os encontros virtuais, os alunos retornaram às salas de aula e dando vida, novamente, para as 65 escolas municipais de Criciúma. Na pesquisa realizada com os pais ou responsáveis no mês de janeiro, apontou que 77% optaram pelas atividades presenciais, sendo 15 mil alunos. Já 23% escolheu as aulas remotas, sendo quase 5 mil estudantes, por meio do Google Classroom ou impressas.

O ano letivo de 2021 terá três modalidades: presencial, semipresencial e remoto. Nas atividades presenciais e semipresenciais são conforme o espaço físico de cada sala de aula, seguindo a regra sanitária de distanciamento de 1,5 m por pessoa. Se a sala comportar o número de estudantes será normalmente presencial. Caso o espaço físico não atender a demanda, o atendimento será com alternância entre os grupos, sendo que 50% dos alunos voltarão às salas de aula, enquanto a outra metade fica com as atividades remotas ou impressas em casa. Na semana seguinte, a organização fica invertida. Já os pais que optaram por atividades remotas, será 100% online.

- PUBLICIDADE -

Com objetivo proporcionar um lugar seguro para os professores, alunos e profissionais, a Secretaria de Educação seguiu com todos os protocolos sanitários estabelecidos pelo Plano de Contingência Escolar (PlanCon – Edu). “Hoje, tivemos o retorno às aulas e ficamos muito felizes com os reencontros. Cada unidade possuía uma pessoa aferindo a temperatura e passando álcool em gel. A Secretaria de Educação trabalhou muito para que tudo fosse feito da forma mais segura para todos”, ressaltou o secretário municipal de Educação, Miri Dagostim, que visitou algumas unidades escolares durante esta primeira manhã de retomada das atividades.

Os pais que optaram por uma das modalidades tiveram que assinar um termo de compromisso. Caso os pais ou responsáveis optem pela mudança da modalidade, deverão comunicar a escola, que terá dez dias úteis para reorganizar o grupo.

Via Município de Criciúma/ Ana De Mattia

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.