Acadêmicos de Administração da UniSatc darão mentoria a empresas reais

Foco do terceiro semestre é que alunos atuem de forma prática na resolução de problemas de startups ativas no mercado

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Acadêmicos de Administração da UniSatc iniciarão as aulas em 2021 com um novo desafio. O terceiro semestre do curso, também chamado de Track Experience, será o mais prático de todos, no qual os alunos terão a oportunidade de atuar na resolução de problemas de empresas reais. As aulas serão realizadas no laboratório vivo do Colearning, a incubadora de startups da Satc.

Na Track Experience, todas as disciplinas se complementam para que essa prática seja valiosa. Segundo a coordenadora do curso de Administração da UniSatc, Katiane Stolk, a ideia é levar os alunos a resolverem problemas reais. “Os acadêmicos botaram a ‘mão na massa’ no segundo semestre, onde fizeram projetos e planos de negócios. A próxima fase é para pegar esse conhecimento e colocar em prática com as empresas”, destaca.

- PUBLICIDADE -

Os futuros administradores também terão a oportunidade de conhecer o processo de desenvolvimento de startups que já estão com os negócios ativos. Para isso, as aulas serão no laboratório vivo do Colearning, que é um dos braços do HUB Office, o escritório de inovação da Satc. “Em um ano de superação de crise, o desafio de analisar problemas e propor soluções reais será ainda maior”, ressalta a coordenadora.

Essa vivência prática compõe mentoria e análise da gestão empresarial, que envolve as áreas de marketing, gestão de pessoas, finanças, materiais e administração estratégica. Conforme Katiane, é uma oportunidade única para os acadêmicos que cursaram apenas um ano de Administração e mais ainda para os calouros que têm a chance de enriquecer e acelerar o conhecimento compartilhando as vivências com os mais experientes.

Semestre não é pré-requisito de fases anteriores 

Na graduação de Administração da UniSatc não há pré-requisito até a quarta fase. Ou seja, o acadêmico pode ingressar em qualquer semestre que esteja com turma ativa. “Por isso, chamamos de tracks (trilhas do conhecimento), pois o aluno pode enriquecer seu conhecimento e rede de networking praticando as aulas com os veteranos”, enaltece a coordenadora.

Além disso, profissionais de outras áreas, que já possuam formação, podem escolher cursar uma track específica para desenvolver aquela competência e receber um certificado por isso. O curso é totalmente compatível com as habilidades e competências requeridas para o profissional do futuro, segundo as recomendações do World Economic Forum 2020.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.