PM de Criciúma flagrou mais de 10 mil infrações de condutores em 2020

Nesta sexta-feira, dia 18, inicia a Semana Nacional do Trânsito, com o tema “Perceba o risco, proteja a vida”.

Arquivo TN / Lucas Colombo
- PUBLICIDADE -

Érik Borges

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O 9º Batalhão da Polícia Militar (PM) de Criciúma, que também atua nos municípios de Forquilhinha, Nova Veneza, Siderópolis e Treviso, flagrou mais de 10 mil infrações de trânsito somente em 2020. E a partir desta sexta-feira, dia 18, até o dia 25, é lembrada a Semana Nacional do Trânsito em todo o país. O tema definido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) é “Perceba o risco, proteja a vida”.

A principal infração flagrada pelas autoridades policiais na área abrangida pelo 9º Batalhão está a ausência do uso de cinto de segurança (3,4 mil), além de dirigir veículo manuseando celular (1,7 mil) e dirigir sem habilitação (389).

“Não lance mão da frase – em vez de prender bandido, ficam multando gente de bem-, pois ela é ambígua e descabida. Crime ou infração não são definidos pelo senso comum, e sim pela lei, ou seja, apenas cumpra a norma”, enfatiza o major da Polícia Militar de Criciúma, Rafael Mateus, que é chefe do Setor de Trânsito do Nono Batalhão.

“Lembro que no trânsito, é muito comum pessoas de bem tirarem a vida de muitas outras pessoas de bem também”, completa o major.

Trânsito Seguro: uma realidade distante

De acordo com o major Rafael, o trânsito seguro ainda é uma realidade distante. De Janeiro a agosto deste ano, a Polícia Militar registrou cerca de 1670 acidentes de trânsito em Criciúma. No mesmo período de 2019, foram 2701 acidentes. De acordo com Rafael, a forte queda ocorreu não apenas em razão da fiscalização, mas também por conta da pandemia, pois o número de veículos circulando nas ruas diminuiu.

De acordo com o Ministério da Infraestrutura, a Semana Nacional de Trânsito (SNT), conforme o art. 326 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é comemorada anualmente com ações em todo o país, realizadas pelos órgãos do Sistema Nacional de Trânsito com o objetivo de conscientização. Mas o major acredita que o período vivenciado é relevante para refletir, visto que há muito pouco o que se celebrar.

Além disso, reforça que basta uma minoria intolerante para fazer um grande estrago no trânsito. “Voltando os olhos para a realidade de nossa região, espero que esta semana contribua para alertar o poder público de todas as esferas, instituições de ensino, meios de comunicação, etc, no intuito de buscarmos um trânsito mais seguro para todos”, reforça Rafael.

Rodovias estaduais da região

Nas rodovias abrangidas por três postos da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) da Região (Cocal do Sul, Içara e Lauro Müller), aconteceram 413 acidentes, com 12 vítimas fatais, além de 53 gravemente feridos  em 2020 nas SCs.

No mesmo período de 2019 (entre janeiro 17 de setembro), o número de acidentes em rodovias estaduais na região abrangida pelos postos de Cocal, Içara e Lauro Müller chegou a 617, com 56 feridos gravemente e 11 vítimas fatais.

Acidentes de trânsito em rodovias estaduais da região:

2020:

Acidentes: 413
Mortes: 12
Gravemente Feridos: 53

Mesmo período de 2019:

Acidentes: 617
Mortes: 11
Gravemente feridos: 56

BR-101

No trecho Sul da BR-101, que é a única rodovia federal que corta a Região Carbonífera, 43 mortes ocorreram em 2019 entre os territórios de Imbituba a Passo de Torres. De janeiro a agosto de 2020, 18 pessoas perderam a vida na BR-101.

Nesse ano, 460 acidentes de trânsito foram registrados no trecho Sul (entre os quilômetros 269 e 465). Isso representa uma média de 57 acidentes de ocorrências dessa natureza por mês. Enquanto no ano passado inteiro, o número de acidentes totalizou 813, com uma média de 67 por mês.

O chefe de Comunicação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Santa Catarina, Luiz Graziano conta que todos estão suscetíveis a sofrerem acidentes fatais. Também afirma que algumas pessoas são mais vulneráveis no transito, como pedestres, ciclistas e motociclistas, mas todos correm riscos, independente de ter culpa ou não.

“Temos que perceber esse risco e agir de forma cautelosa e prudente, para ter um trânsito mais harmônico. Essa é a mensagem que o tema da Semana Nacional do Trânsito quer transmitir: perceba o risco, projeta a vida”, pontua Graziano.

Total acidentes no trecho Sul da BR-101 no Estado em 2019: 813

Média por mês: 67

Mortes: 43

Total acidentes no trecho Sul da BR-101 no Estado em 2020: 460

Média por mês: 57

Mortes: 18

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.