Lauro Müller: homem é condenado por agredir cachorra com cano de PVC

Vizinhos do acusado teriam acionado voluntários de uma ONG do município, que denunciaram o ocorrido e também realizaram o tratamento do animal

Foto: Arquivo / TN / Ilustrativa

- PUBLICIDADE -

Lauro Müller

Um homem foi condenado por abuso e maus-tratos contra animal doméstico na comarca de Lauro Müller. A decisão é da juíza Maria Augusta Tonioli. Segundo a denúncia, em março de 2016 ele teria golpeado uma cadela com um cano de PVC e ferido o animal na pata traseira. Ele foi condenado a três meses de detenção e 10 dias-multa, pena que foi substituída por uma restritiva de direitos, consistente em prestação pecuniária no valor de um salário mínimo. Cabe recurso da decisão. Vizinhos do acusado teriam acionado voluntários de uma ONG do município, que denunciaram o ocorrido e também realizaram o tratamento do animal.

- PUBLICIDADE -

Entre os depoimentos da acusação, voluntárias da entidade de defesa animal informaram que, ao atender denúncia sobre o caso, encontraram o animal já machucado. Pessoas que moram próximas do local, naquela ocasião, apontaram o homem como responsável pelas agressões. Em sua defesa, o acusado garantiu que não agrediu a cadela. No entanto, pesa contra ele outro registro de agressão a animais.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.