Imbituba: Polícia flagra homem armazenando pornografia de crianças

Ocorrência foi registrada nesta quarta-feira

Foto: Arquivo
- PUBLICIDADE -

Imbituba

Na manhã desta quarta-feira (11), a Polícia Civil do Estado de Santa Catarina, por intermédio da Delegacia de Polícia de Imbituba, com o apoio do Instituto Geral de Perícias, deu cumprimento a mandado de busca e apreensão em investigação que busca apurar possível assédio sexual praticado contra crianças do município.

- PUBLICIDADE -

A investigação foi iniciada após mães registrarem ocorrências contra um homem que estava convidando suas filhas com idades entre 9 e 12 anos para encontros possivelmente impróprios às suas idades, o que pode configurar aliciamento de criança para fins sexuais.

A partir dos elementos de informações colhidos pela investigação, representou-se pela busca e apreensão no endereço do suspeito com o objetivo de obter provas da conduta criminosa, notadamente a partir do acesso a dispositivos eletrônicos de informática, representação esta que foi prontamente deferida pelo Poder Judiciário após manifestação favorável do Ministério Público local.

Com o apoio do IGP/SC, as equipes policiais acessaram os dispositivos informáticos no local dos fatos, em que constataram que o suspeito armazenava conteúdo com cena pornográfica envolvendo criança e adolescente, principalmente fotos em que elas exibiam os órgãos genitais para fins primordialmente sexuais, sendo prontamente detido e encaminhado à Delegacia Polícia.

Além na natureza grave do crime, o que se destaca na presente autuação em flagrante foi a participação de mães que notaram o comportamento abusivo e desvirtuado do autor para com suas filhas, procurando imediatamente a Polícia Civil para registrar a ocorrência. Com isso, “deduz-se a importância de que os pais acompanhem o desenvolvimento de toda fisiologia e personalidade de seus filhos, de forma que situações de abusos sejam levadas ao conhecimento dos órgãos estatais a tempo de evitar condutas mais graves que afetem desenvolvimento físico e mental diante da imposição abusiva a situações impróprias à idade”, destaca o Delegado Nicola Patel Filho, coordenador da Operação Policial.

Com informações de Ricardo Strauss – Linha Verdade

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.