Gaspar: polícia identifica homem por atropelamento com morte de idosa

Constatou-se que o homem após atropelar e fugir, retornou ao local, passa vagarosamente ao lado do corpo da vítima e mais uma vez foge sem prestar socorro

- PUBLICIDADE -

Gaspar

Em uma ação conjunta, as Polícias Civil e Militar identificaram um homem de 35 anos como suspeito de ser o motorista do veículo que atropelou e matou uma idosa de 80 anos em Gaspar.

- PUBLICIDADE -

O atropelamento ocorreu no dia 02/11/2020, por volta das 05h30min, quando a vítima realizava sua caminhada matinal no acostamento da Rua Hercílio Fides Zimmermann e foi atingida pelas costas pelo veículo. Com o impacto, o corpo foi arremessado para um matagal que havia no local e o motorista fugiu sem prestar socorro.

No mesmo dia, a Polícia Militar localizou e apreendeu o veículo que a havia atropelado na casa do suspeito. A partir daí, após trocas de informações entre as Polícias e investigação, conseguiu-se apontar que o proprietário da residência onde o veículo foi encontrado era de fato quem conduzia o veículo no momento do atropelamento.

Constatou-se que o homem após atropelar e fugir, retornou ao local, passa vagarosamente ao lado do corpo da vítima e mais uma vez foge sem prestar socorro. Familiares do suspeito disseram aos policiais que ele havia participado de uma confraternização familiar e ingerido bebida alcoólica até às 3h daquela madrugada.

De acordo com o Delegado Bruno Fernandes, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva do suspeito. Houve manifestação favorável do Ministério Público. A medida não havia sido acolhida na sexta-feira, dia 6, pela Justiça. O homem se apresentou na sexta-feira, dia 6, na Delegacia de Gaspar. Em interrogatório, manifestou o desejo de ficar em silêncio. O inquérito policial será concluído e encaminhado ao Judiciário.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.