Ermo: mulher é indiciada por homicídio culposo

O agravamento no caso se dá com relação a omissão de socorro

Imagem ilustrativa
- PUBLICIDADE -

Érik Borges

Ermo

- PUBLICIDADE -

A Polícia Civil de Ermo concluiu, nessa terça-feira, dia 9, o inquérito policial que apurava as circunstâncias do crime de homicídio culposo a uma vítima (homem) de 56 anos. As investigações contaram com análises de imagens de câmeras de segurança, em que foi possível concluir que, uma mulher dirigiu um veículo Renault/Logan, de cor branca e iniciou uma ultrapassagem em local proibido. Nesse momento, ela se deparou com outro veículo, um Toyota/Corolla, que vinha em sentido contrário. Para evitar a colisão frontal com o Renault/Logan, o condutor do Corolla saiu para o acostamento, perdendo o controle da direção. Ao retornar para a pista (desgovernado), ele colidiu com um caminhão e morreu.

Segundo o delegado Lucas Fernandes da Rosa, a investigação policial concluiu que a mulher causou o acidente que levou a vítima a óbito. Ela foi indiciada por homicídio culposo, com agravamento de não prestar socorro à vítima. “Ela não parou o veículo, tampouco acionou órgãos de resgate. O inquérito policial foi remetido à Justiça”, informa Da Rosa.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.