Corpo de Bombeiros da região terá novo comando

No lugar do Tenente-Coronel Gustavo Campos, assume o major Luiz Felipe Lemos

Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiros
- PUBLICIDADE -

Criciúma

Após 692 dias (um ano e 10 meses), o comando do Corpo de Bombeiros de Criciúma terá novo comando. O tenente-coronel BM Gustavo Eustáquio de Macedo Campos, deixa o 4º Batalhão de Bombeiros Militar (4º BBM) para assumir função na Controladoria-Geral, em Florianópolis. Dessa forma, as cidades entre Urussanga e Passo de Torres passam a ser comandadas, a partir deste mês, pelo major BM Luiz Felipe Lemos.

- PUBLICIDADE -

O tenente-coronel teve sob sua supervisão 207 bombeiros militares e com isso, desafios como a nova estrutura para o Corpo de Bombeiros Militar de Criciúma – projeto este ainda em discussão. “Foi muito bom trabalhar aqui. Assim que cheguei busquei me inteirar de todas as necessidades e assuntos pendentes, e claro que foi preciso deixar alguns planos parados para conseguir dar procedência em outros com urgência, como por exemplo a chegada de novas viaturas para nossa área”, destaca Campos.

Segundo ele, em seu tempo como comandante, buscou entender o jeito de cada militar e humanizar ainda mais a convivência em todos os quartéis. “Saio agradecido por todos os amigos que fiz aqui, todos os bombeiros militares que me auxiliaram e ajudaram para que essa passagem fosse concluída com êxito”, finaliza Campos.

O comandante da 1ª Região de Bombeiro Militar, coronel BM César de Assumpção Nunes destacou o trabalho executado por Gustavo nesses quase dois anos. “Conversamos muito antes dele vir pra cá. Sabemos o quanto é difícil comandar, ainda mais envolvendo tantas pessoas, mas com muita vontade ele se dedicou e realizou brilhantemente esse serviço”, enfatiza Nunes.

Natural do Rio de Janeiro, o novo comandante (Luiz Felipe Lemos) está no Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina desde 2005. Com experiência em diversas áreas, major BM Lemos já passou pelo 4º BBM como subcomandante e atuou por Criciúma, Içara, Sombrio e Araranguá além de ter sido  comandante do Serviço de Segurança contra Incêndio (e-SSCI) de Criciúma.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.