Concurso PRF: Edital poderá sair ainda neste mês

“Não poderia haver notícia melhor. Sempre que abre concurso, todos os Estados recebem policiais”, comemora policial Graziano

Divulgação PRF
- PUBLICIDADE -

Érik Borges

Araranguá/Florianópolis

- PUBLICIDADE -

O diretor-executivo da Polícia Rodoviária Federal (PRF), José Lopes Hott Junior, falou nessa semana, em uma live, sobre a realização do Concurso PRF ainda em 2020. Segundo Hott, caso seja autorizado este mês, o edital será publicado em 2020.

“Nós esperamos que sim, estamos prontos para soltar esse ano. Se a autorização sair ainda em outubro, o edital sai ainda esse ano. No mínimo 30 dias entre a autorização e a publicação do edital” afirmou o diretor-executivo do órgão.

Durante a live, José Lopes Hott Junior ressaltou que o ideal é que o concurso seja realizado a cada dois anos, por isso também reforça a importância deste edital em 2020. O último concurso PRF foi realizado em 2018.

A previsão é que o próximo edital seja exclusivamente para nível superior, carreira de policial rodoviário federal.  “Carreira de policial rodoviário federal é entrada única, aceitamos todos os cursos de graduação. Considerando o conjunto de atribuições que nós temos, quanto maior a variedade e leque de formações, melhor para a instituição”.

O requisito básico para cargos de nível superior é possuir diploma em nível de graduação, em qualquer formação (ou específica de acordo com o edital) em instituição reconhecida pelo MEC.

O Departamento da Polícia Rodoviária Federal encaminhou ao Ministério da Economia duas solicitações para a realização de concurso da PRF. Para o cargo de policial rodoviário federal, são 2.634.

 “Não poderia haver notícia melhor”, comemora Graziano

O policial rodoviário federal e chefe de comunicação da PRF em Santa Catarina, Luiz Graziano vê a possibilidade de lançamento do edital ainda em 2020 como extremamente positivo. “Se o diretor executivo falou, está falado. Para nós não poderia haver notícia melhor. Sempre que abre concurso, todos os estados recebem policiais”, declara Graziano.

De acordo com ele, essa entrada regular de novos policiais é muito boa para o efetivo e ressalta que o pedido de todos é que o concurso ocorra o mais breve possível. “Assim como os demais estados, um dos nossos maiores problemas é a falta de efetivo”, finaliza Graziano.

 

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.