Assalto em Criciúma: informações sobre a prisão dos suspeitos

Os suspeitos foram encontrados em duas cidades


- PUBLICIDADE -

Após um intenso trabalho das forças de segurança de Santa Catarina e Rio Grande do Sul encontraram cinco suspeitos de participar do assalto na agência do Banco do Brasil de Criciúma na madrugada da última terça-feira, dia 1. Três dos suspeitos foram abordados na cidade de Torres em um um veículo Citroen C4 , com placas de Brasília e foram encaminhados para Araranguá. Os outros dois foram localizados em Porto Alegre (RS) e ficaram na capital gaúcha.

“Importante destacar a rápida resposta da integração das forças de segurança de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. Esta foi à primeira prisão de suspeitos de participarem do crime e que podem trazer novas informações”, frisou o inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Santa Catarina, Luiz Graziano.

- PUBLICIDADE -

Participou das investigações Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, Brigada Militar, o Instituto Geral de Perícias e o Gaeco. A localização dos suspeitos foi das trocas de informações entre as forças de segurança.

“Temos o soldado Jefferson que está entre a vida e a morte e esse é mais um motivo para nos empenharmos em prender esses criminosos e mostrar que não podem fazer isso em Santa Catarina e em nenhum lugar do Brasil”, destaca a PRF.

O policial militar Jeferson Esmeraldino continua em estado grave depois de passar por três cirurgias, ele foi alvejado por criminosos durante uma troca de tiro próximo do 9º Batalhão de Polícia Militar de Criciúma (9º BPM).

Os suspeitos permanecem em Araranguá, o primeiro depoimento foi prestado por volta das 2 horas desta quinta-feira, dia 3.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.