Vampiro vota pelo afastamento de Moisés e Daniela; placar está em 4 a 4

Assim, com a votação parcial, já há maioria para arquivamento da denúncia contra a vice-governadora

Foto: Bruno Collaço/Agência AL
- PUBLICIDADE -

O deputado Luiz Fernando Vampiro (MDB) votou pelo prosseguimento da denúncia contra o governador Carlos Moisés da Silva e contra a vice Daniela Reinehr. O emedebista foi o oitavo membro do Tribunal Especial de Julgamento de Impeachment a proferir o voto.

Com isso, são quatro votos pelo afastamento de Moisés e quatro pelo arquivamento. Já para Daniela, são cinco votos pelo arquivamento e três pelo prosseguimento.

- PUBLICIDADE -

Assim, com a votação parcial, já há maioria para arquivamento da denúncia contra a vice-governadora.

“Estamos falando aqui de um ato administrativo e ato administrativo é vinculado à legalidade. Não tem como. […] Senão não precisa mais de deputado porque esse aumento foi dado depois de forma administrativa”, afirmou Vampiro. “Foi dado um aumento para os procuradores de costas para o Parlamento”, acrescentou.

Vampiro apresentou um histórico de tramitações judiciais em que a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) supostamente atuou em causa própria para garantir valores aos procuradores. Entre elas, decisões da justiça em que a PGE poderia recorrer, mas não o fez.

Além disso, o deputado citou o caso dos delegados de polícia, que também têm previsão legal de equiparação salarial, mas que a PGE sustenta ação no STF questionando o reajuste, citou. “A Procuradoria do Estado é uma fábrica de produzir coisa julgada para si em favor da sua classe”, afirmou.

Irritado com a controvérsia ao voto dos desembargadores, Vampiro leu o próprio voto quase na íntegra. “A jurisprudência desse tribunal… não vai ser culpado o deputado. O deputado não vai ter culpabilidade, [desembargador Luiz Alberto] Civinski. Eu vou sair na rua de cabeça erguida”, disse.

Os votos até agora:

Desembargador Luiz Alberto Civinski – pelo arquivamento

Deputado Kennedy Nunes – pelo prosseguimento da denúncia

Desembargador Sérgio Rizelo – pelo arquivamento

Deputado Mauricio Eskudlark – pelo prosseguimento da denúncia

Desembargadora Cláudia Lambert de Faria – pelo arquivamento

Deputado Sargento Lima – pelo arquivamento contra Daniela e pelo prosseguimento contra Moisés

Desembargador Rubens Schulz – pelo arquivamento

Deputado Luiz Fernando Vampiro – pelo prosseguimento da denúncia

Desembargador Luiz Felipe Schuch – 

Deputado Laércio Schuster – 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.