Vampiro solicita reunião da bancada do sul para ampliar leitos de UTI

De acordo os prefeitos da Amurel, a macrorregião sul é a região com menos leitos de UTI em Santa Catarina.

- PUBLICIDADE -

Representando o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Luiz Fernando Vampiro, durante reunião da Amurel, nesta segunda-feira, 13, anunciou a convocação emergencial de uma reunião da bancada do sul com o secretário de Estado da Saúde, Andre Motta Ribeiro.

“Já levei o pleito ao presidente Julio Garcia que convocará a reunião remota. É urgente a necessidade de ampliar o número de leitos de UTI, no sul do estado, para atender os pacientes de coronavírus. A responsabilidade não pode recair somente nos prefeitos, que têm feito a sua parte e têm sido incansáveis na busca por soluções para combater a pandemia. O Estado precisa fazer a sua parte”, destacou Vampiro.

- PUBLICIDADE -

De acordo os prefeitos da Amurel, a macrorregião sul é a região com menos leitos de UTI em Santa Catarina. “Cidades como Laguna, Imbituba, Braço do Norte, Tubarão, Criciúma e Araranguá têm condições para abertura imediata de novos leitos. Já foram feitas diversas indicações ao governo estadual solicitando esses leitos”, lembrou o deputado.
Atualmente, todos os leitos disponíveis pelo Sistema Único de Saúde (SUS), para Covid-19, no Hospital São José, que atende parte da região, estão ocupados.

Os deputados estaduais Zé Milton, Ada de Luca, Volnei Weber e Felipe Estevão também participaram da reunião virtual com os 18 prefeitos da região e manifestaram apoio à mobilização conjunta para buscar a ampliação dos leitos, chamando também os deputados federais da região.

O deputado Vampiro lembrou dos projetos e indicações realizados pelos parlamento catarinense em busca de mais leitos e para minimizar a burocracia para atender os hospitais neste difícil momento que Santa Catarina enfrenta.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.