Tratamento de esgoto é uma das prioridades do novo governo de Noi Coral

Prefeito reeleito se comprometeu a implantar o sistema, já que o município não possui nenhum metro de rede

- PUBLICIDADE -

Morro da Fumaça

Segundo o IBGE, quase 40% das cidades brasileiras não possuem tratamento de esgoto. Entre elas, está Morro da Fumaça, que não possui nenhum metro de rede de tratamento de esgoto e carece de investimentos na área de saneamento básico. Nesta eleição, o prefeito Noi Coral (PP) colocou o investimento nesta área como uma das prioridades do Plano de Governo. E agora, reeleito, com 67,96% (7.298 votos), se compromete em mudar esta realidade nos próximos quatro anos.

- PUBLICIDADE -

Segundo Noi, o edital para contratação de empresa que fará o projeto de saneamento já está pronto. “Hoje, o plano diretor exige que os loteamentos sejam feitos com rede de tratamento de esgoto, só que o loteador tem que entregar esses sistemas funcionando, então ainda não está adequado. Mas quando o município começar a receber esses loteamentos, e também vamos iniciar alguns por conta do município. Já vamos arrancar com uns 20%. Temos um saldo bom em caixa. Municipalizamos o sistema de abastecimento. Revisamos o plano de saneamento e a gente espera já licitar uma empresa para fazer o projeto para iniciarmos o tratamento de esgoto em alguns bairros, com recursos próprios. A gente tem a previsão de chegar no fim de 2021 com R$ 3 milhões em caixa no Samae, já para iniciar essa primeira parte. E vamos em busca de mais recursos em nível federal, já que o valor total do projeto é bem maior que R$ 3 milhões”, destaca o prefeito reeleito.

O Plano de Noi Coral e do vice, Eduardo Guollo, contém 118 tópicos, divididos em dez temas: saúde; desenvolvimento social; educação; esporte, cultura e turismo; infraestrutura; agricultura e segurança; sistema econômico; desenvolvimento econômico; meio ambiente; e Samae. E o prefeito reeleito se comprometeu em realizar todos. “Não é promessa. É compromisso. Se a gente coloca no papel, é porque tem certeza que vamos conseguir executar”, afirma.

Fomento à economia

Outro tópico de destaque no Plano de Governo busca fomentar a economia do município: a conclusão da primeira área industrial e a implantação de uma segunda.

“É um outro projeto nosso que até já está em andamento. Não conseguimos finalizar a primeira área industrial devido à pandemia, mas já estamos finalizando a parte de terraplanagem. Temos os projetos todos aprovados, projeto ambiental, elétrico. E já temos um terreno reservado para uma segunda área. Na primeira sessão da Câmara, a gente vai passar um projeto de lei para captar recursos para adquirir esse terreno e montar a segunda área industrial, com 20 hectares. Uma área muito grande. E a partir dessas duas áreas, a economia do município vai subir para outro patamar”, adianta.
A expectativa é que a primeira área industrial fique pronta até abril. Já a segunda deve demorar mais um ano para sair do papel.

Saúde e educação

Outros compromissos destacados estão nas áreas da saúde e da educação. “Vamos continuar investindo forte em pavimentações. Vamos continuar aumentando o investimento em saúde. Temos um projeto muito bom na saúde, o programa cardiovascular, que vai ser inédito aqui no sul. Vamos fazer o projeto de lei para ficar bem alinhado. E também vamos trocar todo o sistema. Vai facilitar mais, vai dar mais transparência. O cidadão vai poder comparar em tempo real a sua posição nas filas, marcar exames, tudo. A intenção é facilitar. Dar um pouco mais de comodidade para quem mais precisa. Na educação, vamos construir uma escola nova no bairro Naspolini, que já tem até o projeto pronto, um dos bairros mais antigos do município. Vai ser feita uma nova no lugar da antiga. Reformamos quase todas as escolas, ampliamos, construímos uma nova. E vai ser feito um teste experimental em uma escola de tempo integral. Em um futuro bem próximo, os municípios vão ser obrigados a disponibilizar ensino em tempo integral e vamos testar em uma turma. Isso não é promessa. São projetos que vão sair do papel, porque temos uma certa experiência, sabemos que tem o recurso. Esses projetos vão sair com certeza. E depois, o trabalho continua. Queremos construir um museu, investir mais na cultura. Temos muitos projetos bons”, completa Noi.

Clique aqui e confira o plano de governo completo

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.