Política Regional: PSD estadual incentiva candidatura local em Maracajá

Comando se reuniu com lideranças do partido no município

Foto: Arquivo/TN

- PUBLICIDADE -

O comando estadual do PSD se reuniu com lideranças do partido em Maracajá, entre elas o pré-candidato a prefeito Aníbal Brambila. O grupo era liderado pelo deputado federal Ricardo Guidi, pela Coordenadora Estadual, Gisela Steiner Scaini e pelo ex-prefeito de Blumenau e uma das principais lideranças do PSD no estado, Napoleão Bernardes.

Ao encontro, realizado nesta quarta-feira (9), estavam ainda presentes os vereadores do PSD Geraldo Leandro, Valmir “Mica” Pedro e Prezalino “Preto” Ramos Neto, além de lideranças comunitárias ligadas ao partido e pré-candidatos a Câmara de Vereadores.

- PUBLICIDADE -

As lideranças estaduais hipotecaram apoio e se colocaram à disposiçã o para contribuir na caminhada do pré-candidato a prefeito pedessista e à coligação que será confirmada em convenções municipais no dia 16, envolvendo PSL, PP, PDT e PT, com o vereador Volnei Rocha (PSL) como pré-candidato a vice-prefeito.

Anibal Brambila ressaltou a importância da unidade partidária e empenho de todos para uma campanha vitoriosa e disse estar convencido dos parâmetros para que o município continue se desenvolvendo, criando oportunidades para que todos possam ter qualidade de vida e trabalho, com uma administração técnica e pautada na participação popular nas decisões de interesse coletivo.

Oposição com PP/PSD/PDT/PL/PSB

Em recente reunião, o Progressistas de Jacinto Machado, que tem a pré-candidata a prefeita, Terezinha Marcon Zanatta (PP) e como vice Chiquinho da Rampa (PSD).

A convenção do Progressistas para ratificar Terezinha está agendada para essa sexta-feira (11).

No encontro, além dos representantes de cada sigla, a presença do vereador Valdir “Popô” Trombin (Podemos).

Podemos com Gaiola

O oficialmente o Podemos de Jacinto Machado, sob a presidência de Edevaldo “Ponta” Inácio, definiu apoiar a reeleição do prefeito João Batista “Gaiola” Mezzari (MDB).

Na última sexta-feira (5), Ponta visitou o gabinete do deputado federal, em São José, acompanhado de Gaiola.

O deputado, que já enviou emendas para o município, disse que será mais um parceiro para o desenvolvimento de Jacinto Machado.

Curiosamente, Helio Costa, que foi o deputado federal mais votado em SC em 2018, se elegeu pelo Republicamos, mas é hoje o comandante de fato do Podemos em Santa Catarina.

Na foto, da esquerda para a direita, Mário Marcondes (ex deputado estadual), prefeito Gaiola, deputado federal Hélio Costa, Ponta e Cléber Lemos (da Executiva Nacional do Podemos).

Eder Mattos à reeleição

O PL oficializou nesta quarta-feira (9) a indicação do prefeito Éder Mattos para disputar a reeleição em Meleiro. A convenção teve a presença de Márcio Búrigo, ex-prefeito de Criciúma, e coordenador regional do partido. Além de Meleiro, o PL deve ter Tonhão Silveira em Passo de Torres, pleiteia a vaga de vice em Araranguá.

O PDT tem convenção nesta quinta-feira (10), para decidir qual o caminho a tomar

Por ora, sem chapa única

Em São João do Sul, havia a expectativa de ‘chapa única’ para a reeleição do prefeito Moacir Teixeira (MDB) e do vice-prefeito Edinho Trajano (PP), mas o cenário segue indefinido e pode ter 2 ou até 3 chapas nestas eleições.

Isto porque o Solidariedade, que tem convenção nesta quinta-feira (10), 19h 30min, sinalizou para apresentar uma chapa pura com Rafael Lummertz e Felipe Ostjen. A decisão caberá ao membros do Diretório.

Houve tentativa de conversação com o Republicanos, mas não deu a coligação. O Republicanos deverá ter Paulo Sérgio Cardoso Claudino, o Paulinho Polícia, a prefeito com um vice do mesmo partido.

Com lideranças do 15

O pré-candidato a prefeito de Araranguá, César Cesa (MDB), se encontrou esta semana com os correligionários de MDB, deputado federal Carlos Chiodini, o prefeito Udo Döhler (de Joinville), e o prefeito Antídio Lunelli (de Jaraguá do Sul).

Foi conversar com os prefeitos para buscar ideias implantadas naqueles municípios que possam ser apresentadas para Araranguá nestas eleições.

PSOL é a esquerda

O PSOL fez uma nota pública em que ratifica a posição de concorrer com ‘chapa única’ porque não conseguiu uma aglutinação da esquerda, com PT, PDT e PSB. O fato de estes partidos terem conversas com os partidos ditos de direita acabou sepultando a possibilidade de conversação.

Convenções no Arroio

PSL, MDB, PV e PSC (que retirou a chapa da disputa para apoiara chapa Evandro/Carlos) tem convenção da 13 de Setembro.

O Progressistas marcou sua convecção para o ‘dia fatal’, 16 de Setembro. O Partido dos Trabalhadores, da mesma forma.

Com informações do jornalista Everaldo Silveira – Enfoque Popular

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.