Política Regional: Justiça defere candidatura de Ricardo Ghelere

Juíza rejeitou impugnação feita pelo PSOL

- PUBLICIDADE -

O Partido Socialismo e Liberdade – PSOL, havia pedido a impugnação da candidatura de Ricardo Ghelere (PRTB) a prefeito de Araranguá, coligação Novos Rumos Araranguá – PRTB, Avante, PTB, Democratas e PSC, sob o argumento de que a declaração de bens do impugnado não indica a sua realidade financeira.

Os advogados Thiago Turelly e Marlon Carvalho alegaram que “não há necessidade de apresentação da relação de dívidas para fins de registro de candidatura”.

- PUBLICIDADE -

O Ministério Público manifestou-se pela rejeição da impugnação e deferimento do registro.

O mesmo caminho seguiu a juíza eleitoral Thania Mara Luz:

“[…] trata de mera irregularidade, já sanada, inclusive, não ocasionando qualquer prejuízo. […] apresentação da relação de dívidas do impugnado. Contudo, compulsando a legislação eleitoral, verifica-se que não há exigência legal para fins de registro de candidatura, da declaração de dívidas do pré-candidato. […] Por fim, salienta-se que o impugnado apresentou a retificação da sua declaração de bens em 30- 09-2020, não havendo qualquer irregularidade aparente para ensejar o indeferimento de seu registro de candidatura. Assim, a rejeição da impugnação é medida impositiva. […] Ante o exposto, rejeito a impugnação e defiro o pedido de registro da candidatura formulado por Ricardo Ghelere […]

Com informações do jornalista Everaldo Silveira – Post TV e Enfoque Popular
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.