Política Regional: Candidatos aguardam registro em Araranguá

César Cesa (MDB) e Tano Costa (MDB); e Daniel Viriato (PP) e Anísio Premoli (PDT) aguardam julgamento do Tribunal Regional Eleitoral

Foto: Divulgação/ Prefeitura de Araranguá
- PUBLICIDADE -

Depois de Ricardo Ghelere (PRTB) e Claudete Bianchi (PRTB); César Cesa (MDB) e Tano Costa (MDB); e Daniel Viriato (PP) e Anísio Premoli (PDT), também encaminharam seus registros de candidatura. Aguardam o julgamento do Tribunal Regional Eleitoral.

TIME JURÍDICO

- PUBLICIDADE -

Depois de anunciar a equipe de coordenação jurídica da campanha de Ricardo Ghelere (PRTB), primeiro pré-candidato a pedir registro da candidatura no Tribunal Regional Eleitoral, a coluna fez contato com as demais candidaturas para saber quem iria responder pelo setor nas demais campanhas.

O time do MDB, de César Cesa (MDB) e Tano Costa (PSD) tem em seu time o Assessor Jurídico de Balneário Arroio do Silva, Daniel Menezes de Carvalho Rodrigues; Aldryn Luciano de Souza; e Gian Carlos Goetten Setter.

A Assessoria Jurídica do PSOL, dos candidatos Felipe Damásio e Cauê, tem na Assessoria Jurídica Fernando Monguilhott, de Florianópolis.

O time do Progressistas, de Daniel Viriato (PP) e Anísio Premoli (PDT); e o time do PL, de Igor Batista (PL) e Dr. Ribeiro (PL), ainda não fecharam o corpo jurídico.

DIA DE DECISÃO

Em Turvo, o vice-prefeito Pisca Dagostin (MDB), define nesta quarta-feira (23) seu vice para a disputa destas eleições. Pisca fez diversas conversas com lideranças e deve definir o nome de seu parceiro de chapa.

Laerte Casagrande (PSDB) e Arnildo Steckert Jr. (PSL) foram os primeiros a lançar chapa para estas eleições. É notório que esta candidatura deve ser mais prejudicial ao MDB, já que o PSDB era aliado do partido há 12 anos e Arnildo também deixou o MDB e fundou o PSL local.

Por outro lado, o Progressistas definiu que vai de chapa pura, com Sandro Cirimbelli (PP) e Osvaldo Fávaro (PP). A definição saiu na noite de segunda-feira (21), com a desistência de Neguinho Stefani (PP).

PERI NA PRESIDÊNCIA

Conforme acordo pré-estabelecido entre vereadores da bancada do Progressistas no início do ano, José Eraldo Soares (Peri) assume a presidência da Câmara durante os últimos meses de 2020. A eleição para escolha do novo presidente e mesa diretoria deu-se após a renúncia de Vilmar Daminelli (PP), na sessão ordinária desta segunda-feira (21).

Após quatro meses à frente do Legislativo sombriense, vereador Vilmar Daminelli renunciou à presidência, abrindo caminho para o seu colega de partido José Eraldo Peri, que comanda a Câmara até o final deste ano. Com a nova eleição, realizada em sessão extraordinária na noite desta terça-feira (22), a mesa diretora terá como vice presidente o vereador Vilmar Daminelli.

“Sob o comando da bancada do Progressistas, 2020 está sendo o ano de maior economia do Legislativo desde muito tempo. Além disso, ótimos projetos estão sendo criados e votados de acordo com o pensamento de cada vereador, sem interferência do Executivo, como vinha acontecendo em anos anteriores”, declarou o novo presidente.

De acordo com Peri, denúncias muito sérias foram apontadas recentemente e terão a atenção devida do poder Legislativo.

“Felizmente, em virtude de algumas circunstâncias, este ano a Câmara e, consequentemente, seus vereadores, estão podendo cumprir de verdade um dos seus papeis fundamentais, que é o de fiscalizar as ações do poder Executivo”, salientou, referindo-se à criação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que deve ser criada nos próximos dias para investigar indícios de fraude encontrados em licitações da Saúde do município.

Em virtude da troca da mesa diretoria, a formação das comissões também passou por alterações.

PARA RELEMBRAR

Em 2016, a coordenação de campanha de Mariano Mazzuco (PP) e Primo Júnior (PL – era PR), teve à frente José Hilson Sasso (PP) e Giancarlo Soares (PSD); a de Anísio Premoli (PDT – era MDB) e Rony da Silva (MDB – era DEM) foi de Carlinhos Premoli e mais uma equipe (Ênio Rosa, Marcus Pizzolo…), com Everaldo João no Marketing; a campanha de Beto Coan (PTB) e Luiz da Farmácia (PL – era PTB) foi coordenada por Ricardo Guidi Campos; e a do PT, de Chico Merêncio, teve como coordenador geral Chico da Caixa, e de Marketing, Sandrinho Ramos.

NETO DO PRIMO

Primo Júnior (PL) está com seu pai, Primo Menegalli (PL), em Barra do Bugres/MT. Depois de uma passagem pelo Albert Eistein, em São Paulo, para tratamento contra o covid-19, a dupla voltou para fazenda.

O vice-prefeito fica mais uns dias para garantir a quarentena, ainda mais porque soube que a esposa Paula está grávida, e vão dar um neto ao ex-prefeito Primo, que está com 86 anos de idade.

Com informações do jornalista Everaldo Silveira – Enfoque Popular e Post TV
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.