Policia Federal na Casa da Agronômica visa também dois ex-secretários

Situação politica do governador fica mais delicada em Santa Catarina

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Moacir Pereira

Florianópolis

- PUBLICIDADE -

A operação especial da Policia Federal e do Ministério Público Federal na Casa da Agronômica, executando mandados de busca e apreensão, envolve o governador Carlos Moisés da Silva e também dois ex-secretários de Estado.

Todos estão sendo investigados pela fraude dos respiradores, com pagamento antecipado de 33 milhões de reais. A empresa Veigamed, que participou da venda dos equipamentos, recebendo antecipadamente e até hoje sem entregar os respiradores, também está sendo investigada.

Este inquérito foi determinado pelo ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça. A operação tem efeito politico devastador, pois afeta a imagem do governador na opinião pública, no momento em que a situação no processo de impeachment é considerada muito delicada.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.