Orleans: Justiça Eleitoral determina exclusão de Nota de Repúdio

Determinação considerou conteúdo ofensivo contra Coligação Muito + Orleans, que tem Ulisses Gabriel e Lucas Librelato como candidatos a prefeito e vice

- PUBLICIDADE -

A Justiça Eleitoral de Orleans proferiu liminar de Tutela de Urgência contra o candidato a prefeito Jorge Koch, da Coligação Trabalho e Honestidade, autor de Nota de Repúdio, na qual acusava o candidato a prefeito Ulisses Gabriel, da Coligação Muito + Orleans, de “práticas políticas, atrasadas e ilícitas”. Devido à decisão, publicação foi retirada das redes sociais nesta segunda-feira, dia 9.

A propaganda eleitoral negativa com impulsionamento (pagamento) é proibida por lei. Diante disso, e pelo conteúdo ofensivo e o uso de decisão judicial para propaganda eleitoral, a Justiça Eleitoral determinou o cancelamento do impulsionamento, bem como a retirada do conteúdo que estava em desacordo com a legislação eleitoral (Art. 7º da Resolução do TSE nº 23.610/2019).

- PUBLICIDADE -

“Meu Plano de Governo é voltado para o desenvolvimento e crescimento de Orleans. Considero falta de respeito e ética o opositor criar fatos políticos, fora do contexto, e desvirtuar o processo democrático, além de sobrecarregar o Poder Judiciário e utilizá-lo como ferramenta de ameaça. A rede social serve, como qualquer outro veículo de comunicação, para divulgar projetos, não para tentar difamar as pessoas. Quem tem proposta, não precisa inventar fatos. Nenhuma mentira irá derrubar o que eu construí em anos. Prego pela ética e sou ético e vamos juntos construir uma cidade mais justa e desenvolvida”, diz Ulisses.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.