Neguinho foca nas prioridades de Forquilhinha

Prefeito eleito já realiza a transição e destaca ações essenciais como saúde e pavimentações, além do enxugamento da máquina pública

- PUBLICIDADE -

Forquilhinha

Prefeito eleito de Forquilhinha com 7.748 votos (48,15%), José Claudio Gonçalves, o Neguinho (PSD), já iniciou a transição para assumir o governo municipal no dia 1º de janeiro. E já definiu a saúde e a infraestrutura como as prioridades para o início do mandato.

- PUBLICIDADE -

Diferente de outros candidatos, no Plano de Governo entregue ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Neguinho não destaca o planejamento apenas em tópicos, mas também faz uma análise do que deve ser feito. Sete temas foram destacados: desenvolvimento econômico; meio ambiente; educação; saúde; obras e mobilidade urbana; agricultura; e cultura, esporte e turismo.

Uma das primeiras ações planejadas é o enxugamento da máquina pública, o que ele já havia destacado durante o período eleitoral. “Estamos no inteirando de como está o município. Estamos vendo contratos, estamos vendo licitações, prestação de serviço. O que é certo é que vamos fazer uma reforma administrativa já em janeiro. Redução de cargos comissionados. A ideia é reduzir de 12 para 6 secretários e reduzir os cargos comissionados pelo menos pela metade”, adianta. “Vamos administrar bem os recursos públicos, economizando o máximo, gerindo bem e trazendo novos investimentos para que a gente possa melhorar a cidade de vida dos cidadãos da nossa cidade”, completa.

Já a transição vem sendo realizada desde a última semana, reunindo diversos setores da administração municipal. “Estamos fazendo reuniões. Na segunda com o pessoal da educação, hoje (ontem), com o pessoal da saúde, e na quarta, quinta e sexta, com as demais secretarias para se inteirar da situação. É uma transição bem razoável”, explica.

Demanda grande

Segundo o prefeito eleito, a maior demanda que Forquilhinha enfrenta hoje é a questão da saúde. “É a nossa prioridade. Acabar com as filas nos posto de de saúde. Fazer o sistema de agendamento, investir mais em realização de exames, medicamentos e médicos especialistas. E também investir no atendimento 24 horas. Assim que ficar pronta a sede da UPA que a JBS está construindo, a gente levar para lá o pronto atendimento e fazer o serviço 24 horas”, revela.

Outra necessidade destacada é a parte de obras, principalmente nas pavimentações. “Mas a gente quer instalar uma usina de asfalto nos primeiros meses do governo, e assim que a gente começar com o programa de pavimentação, não vamos parar mais. Reinstalar também a fábrica de lajota para fazer a padronização das calçadas”, conta

De acordo com Neguinho, Forquilhinha possui um grande déficit na questão de pavimentação. “É um déficit enorme. Ao contrário de Nova Veneza, que tem o interior praticamente todo pavimentado, estamos muito atrasados em pavimentação. No interior e nos bairros. Muitos loteamentos que foram construídos de forma desonerada, sem pavimentação e que agora ficou o ônus para o poder público municipal”, analisa.

Economia e agricultura

Neguinho defende a obtenção de novos investimentos para a cidade, que, segundo ele, está parada. “Por isso, a criação de dois núcleos industriais: um na área remanescente, nas proximidades do aeroporto, outro próximo à divisa com Maracajá. Na Santa Líbera, uma incubadora de empresas para que as empresas possam ser planejadas, projetadas e gerem emprego e renda. Na divisa com Maracajá, aproveitando a Serra da Rocinha, pavimentação da Jacob (Westrup) e as proximidades que temos”, pontua.

O aeroporto Diomício Freitas deve receber uma revitalização. “Nós não vamos deixar morrer o aeroporto e vamos em busca, com o governo do Estado, da revitalização do aeroporto. Existe um grupo de empresários de Criciúma que vai lutar pela volta dos voos comerciais, mas isso só é possível com a revitalização. Vamos lutar pelo investimento com o Governo do Estado”, contou, em visita ao Tribuna de Notícias, durante a campanha.

Já a agricultura é outra área que deve receber vários investimentos. “O agricultor tem que ser favorecido com maquinário. Vamos criar a patrulha mecanizada. Atender todo mundo. As estradas. Criar novas cooperativas e incentiva a criação de novas alternativas de renda para a agricultura”, completa.

Clique aqui e confira o plano de governo completo

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.