Nacional: Bolsonaro afirma que o Brasil não precisa do Ministério da Segurança Pública

Para o presidente, alguns secretários estão apenas querendo enfraquecer o governo

Presidente da República, Jair Bolsonaro, durante chegada a Nova Delhi na Índia, para visita Oficial. Foto: Alan Santos/PR
- PUBLICIDADE -

Por Agência Brasil 

Brasília

- PUBLICIDADE -

O presidente descartou a possibilidade de recriação do Ministério da Segurança Pública. Segundo ele, no momento não há chances pois os números mostram que a Segurança Pública do Brasil está tomando o rumo certo. “Em time que está ganhando não se mexe”, destaca Jair.

A discussão sobre o fato aconteceu na quarta-feira (22), com os integrantes do Colégio Nacional de Secretários de Segurança Pública (Consesp), que se reuniram com Bolsonaro, em Brasília, pedindo a recriação do ministério exclusivo para o setor. A decisão de fundir os ministérios da Segurança Pública e o da Justiça, havia sido tomada em 2019, resultado da pasta que vem sendo comandada desde então pelo ex-juiz Sergio Moro.

Os secretários estaduais também solicitaram a ampliação das verbas do Fundo Nacional de Segurança Pública, a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), de equipamentos de segurança e a determinação nos contratos de concessão, para que operadoras de telefonia façam o bloqueio de sinal de celular em áreas de segurança, como presídios.

“Os secretários, alguns, não são todos, estão querendo a divisão, alguns podem estar bem-intencionados, outros podem querem apenas enfraquecer o governo. Não existe qualquer atrito entre eu e o Moro, eu e o [ministro da Economia, Paulo] Guedes, eu e qualquer outro ministro”, destacou.

Oportunidades de negócios no Brasil

Para assinatura de acordos, Jair Messias Bolsonaro participará de reuniões com o presidente indiano, Ram Nath Kovind, e o primeiro-ministro e chefe de governo do país, Narendra Modi. A expectativa é que sejam assinados pelo menos dez acordos bilaterais, em áreas como segurança cibernética, bioenergia e saúde.

Além de encontrar empresários indianos para apresentar oportunidades de negócios com foco em investimentos no setor de infraestrutura e visita a cidade de Agra, que abriga o famoso mausoléu Taj Mahal, um dos principais monumentos da Índia.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Letícia Ortolan
Em: Brasília

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.