Na Assembleia, Daniela visita gabinete de Julio Garcia

A governadora foi acompanhada pelo secretário da Casa Civil, general Ricardo Miranda Aversa.

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

A governador interina Daniela Reinehr iniciou nesta quinta-feira (29) uma série de visitas que fará a todos os poderes de Santa Catarina. Pela manhã, Daniela esteve na Assembleia Legislativa de SC (Alesc), em encontro com o presidente da Casa, deputado Julio Garcia (PSD). A governadora foi acompanhada pelo secretário da Casa Civil, general Ricardo Miranda Aversa.

O encontro foi rápido, durou pouco mais de 30 minutos. Na conversa, Daniela garantiu proximidade ao Legislativo e tratou sobre temas de desenvolvimento do Estado. Destacou o diálogo e agradeceu a disponibilidade de Garcia.

- PUBLICIDADE -

Mensagem semelhante já havia sido enviada na terça-feira (27), logo após assumir. Daniela descartou ataques ao Legislativo, como vinha fazendo o titular, Carlos Moisés da Silva, nos últimos tempos. Em vez disso, sinalizou uma relação mais harmoniosa.

“Preciso respeitar os poderes, as instituições, a competência de cada ente do Estado. Não sou eu que tenho que julgar. Eu preciso administrar o Estado de Santa Catarina baseado no respeito, nas pessoas, nas instituições”, disse, na ocasião.

Após a visita à Alesc pela manhã, Daniela reuniu-se no início da tarde com o deputado federal Daniel Freitas (PSL), na residência oficial de vice-governadora. Freitas coordena o Fórum Parlamentar Catarinense e é muito próximo ao presidente Jair Bolsonaro e ao bolsonarismo.

Ainda nesta quinta, Daniela deve encontrar-se com o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Adircélio de Moraes Ferreira Júnior. Nos próximos dias, deve visitar também o Ministério Público de SC e o Tribunal de Justiça de SC.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.