Impeachment SC: Justiça foi levada ao erro, diz Julio Garcia

Comentário foi em relação à decisão do desembargador Monteiro Rocha, na última quinta-feira (15), que suspendeu a sessão da Assembleia

Foto: Divulgação/ Agência Alesc
- PUBLICIDADE -

Florianópolis

O presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), deputado Julio Garcia (PSD), abriu a sessão ordinário do Parlamento nesta terça-feira (20), e comentou a votação frustrada do segundo processo de impeachment na semana passada. Segundo ele, “o magistrado foi induzido ao equívoco” e a equipe da Alesc sempre tratou os trâmites com “competência, zelo e respeito à norma legal”, afirmou.

- PUBLICIDADE -

Ele se referia à decisão do desembargador Monteiro Rocha, na última quinta-feira (15), que suspendeu a sessão da Assembleia marcada para votação em plenário do segundo impeachment. No mesmo dia, o magistrado reviu a decisão, mas não deu tempo de votar.

Garcia disse que a “não houve cerceamento do devido processo legal” e que com este ato “restabeleceria à verdade”. A defesa do governador Carlos Moisés da Silva disse, naquele dia, que o Parlamento não precisava atropelar os processos.

“Não houve qualquer deslize, qualquer erro por parte da Assembleia Legislativa”, complementou Garcia. A votação em plenário do segundo processo de impeachment – que cita os respiradores – está prevista para ocorrer na sessão desta terça, às 16 horas.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.