Içara: Candidatos apresentam propostas para desenvolver o comércio

Além da redução da carga tributária e de impostos para a recuperação das empresas, a pauta teve espaço para o dialogo sobre a realização de promoções/ações temáticas da cidade e a continuidade da iluminação da Natal nos próximos quatro anos.

- PUBLICIDADE -

Candidatos a Prefeitura foram recebidos pelos diretores da Câmara de Dirigentes Lojistas de Içara nesta terça-feira, dia 3. O encontro foi provocado pela entidade para debater três pontos estratégicos ao comércio local. Além da redução da carga tributária e de impostos para a recuperação das empresas, a pauta teve espaço para o dialogo sobre a realização de promoções/ações temáticas da cidade e a continuidade da iluminação da Natal nos próximos quatro anos.

“Abrimos este espaço para que todos os candidatos pudessem dialogar com o comércio em condições iguais. Foi uma conversa transparente e produtiva”, indica o presidente Alexandre Fernandes. Devido a pandemia, o encontro foi restrito aos diretores. A participação, definida por sorteio, teve sequencialmente Alex Michels (PSD)/Bia Vargas (PSB), Arnaldo Lodetti (MDB)/Valdelir Da Rolt (PSDB) e Dalvania Cardoso (PP)/Jandir Soratto (PP) com 20 minutos para a exposição das ações alinhadas com os projetos da CDL.

- PUBLICIDADE -

Entre as proposições apresentadas por Alex e Bia está a concessão de crédito para microempreendedores, incentivos fiscais para a ampliação das empresas, a participação das entidades para a definição de ações fiscais que possam ser realizadas, o investimento no turismo para atrair recursos novos que possam gerar no comércio local e também a definição de férias nas creches conforme o período de férias dos pais trabalhadores.

No projeto de governo de Arnaldo e Da Rolt foi elencada a ampliação do Conselho de Desenvolvimento Econômico, um estudo para isentar a taxa de verificação e reavaliar tributos, a qualificação profissional na cidade e no campo, a criação de uma cooperativa de mulheres para a produção de peças decorativas para a cidade, investimento no turismo e na interligação dos bairros pelos trilhos (VLT).

No plano de ações de Dalvania e Jandir foi apresentada, por vez, a possibilidade de suspensão da taxa de verificação e elencada a necessidade de aprovação ainda no atual mandato, pois devido a matéria ser tributária, é preciso tramitar no exercício fiscal anterior. Ela ainda defendeu o subsídio ao transporte coletivo para viabilizar linhas do interior da cidade ao Centro e, consequentemente ao comércio, além da qualificação profissional.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.