General Ricardo Miranda Aversa é o novo chefe da Casa Civil de SC

Natural do Rio de Janeiro, o general Ricardo Miranda tem ampla formação militar e atuou por vários anos em Florianópolis. Até janeiro de 2020, era comandante da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada do Exército da capital, quando foi para a reserva.

- PUBLICIDADE -

O novo chefe da Casa Civil do Governo de Santa Catarina é o general da reserva Ricardo Miranda Aversa. Ele tomou posse na manhã desta terça-feira, 27, em Florianópolis. O ato ocorreu na primeira reunião do colegiado com a governadora em exercício, Daniela Reinehr, no Teatro Pedro Ivo.

“O general Miranda é uma pessoa que foi escolhida pela sua formação, pela carreira e pela habilidade de circular em todos os setores da sociedade catarinense. É uma pessoa de bom trato e em quem eu confio muito, seguindo os mesmos princípios que eu defendo, como austeridade, simplicidade, eficácia. Ele vai me ajudar a resolver os problemas que teremos pela frente, dentro da legalidade!”, afirmou a governadora sobre o novo chefe da Casa Civil.

- PUBLICIDADE -

Natural do Rio de Janeiro, o general Ricardo Miranda tem ampla formação militar e atuou por vários anos em Florianópolis. Até janeiro de 2020, era comandante da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada do Exército da capital, quando foi para a reserva.

Ao assumir o cargo no Governo nesta manhã, o novo chefe da Casa Civil destacou como será sua atuação. “Será um trabalho muito próximo da governadora, fazendo essa interlocução do Poder Executivo catarinense com a Assembleia Legislativa, o Governo Federal, empresariado e demais entidades da sociedade civil, sempre com foco no amplo diálogo. Vamos ouvir muito para melhor atender as demandas da nossa sociedade”, disse.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.