Gastos com publicidade da Câmara de Morro da Fumaça aumentam 200%

Ponto foi o que chamou a atenção do Observatório Social, que divulgou valores finais de 2019

- PUBLICIDADE -

Morro da Fumaça

- PUBLICIDADE -

O Observatório Social (OS) de Morro da Fumaça divulgou os números finais de 2019 dos gastos do Poder Legislativo municipal. No ano passado, a Câmara de Vereadores custou R$ 1.752.570,13 aos cofres públicos, ou R$ 45.631,01 a mais que em 2018.

O aumento é considerado baixo, menor inclusive, do que a inflação registrada no ano passado. Mas chamou a atenção do OS, os gastos da Câmara com publicidade, saltando de R$ 27.470,27 para R$ 82.956 de 2018 para 2019, ou seja, um gasto quase 200% maior.

“Em 2019, no gasto geral, até que não ficou tão mais alto que 2018. Houve um aumento, mas não com uma disparidade tão grande. O que reparamos em 2019 em relação a 2018, é que voltou a ter gastos com marketing de novo, de publicidade. Em geral, mantiveram o mesmo gasto baixo de 2018. Só aumentou o gasto com publicidade, com um jornal local da cidade” analisa o presidente do Observatório Social de Morro da Fumaça, Glauber Recco.

A grande diferença foi apontada dos anos de 2017 para 2018, quando os gastos diminuíram de R$ 2.149.046,16 para R$ 1.706.939,12.

“Em 2017, os gastos da Câmara, no geral, eram extremamente altos. Em 2017 mesmo, nós fizemos um trabalho na cidade, um abaixo-assinado, solicitando que os vereadores e o presidente da Câmara reduzissem o custo, que estava muito alto. Arrecadamos 2 mil assinaturas, e enviamos esse abaixo-assinado no final de 2017. Quando o novo presidente assumiu em 2018, reduziu bastante os gastos”, explica Recco.

Leia a matéria completa no Tribuna de Notícias desta quarta-feira

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.