Gaeco faz buscas na Usina de Asfalto da Prefeitura de Criciúma

Investigações são acerca do contrato de pavimentação da Avenida Centenário, firmado em 2019 com a empresa JR Construções, de Içara

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

O Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) voltou a realizar mandados busca e apreensão em torno da Prefeitura de Criciúma. Na manhã desta terça-feira, dia 20, o alvo das investigações foi a Usina de Asfalto, instalada no km 4,5 da rodovia Governador Jorge Lacerda, no bairro Sangão. A empresa JR Construções, de Içara, também passou por vistorias do Gaeco.

Desta vez, o motivo se deu por conta de um procedimento instaurado por uma denúncia acerca da execução do contrato da Prefeitura para pavimentação da Avenida Centenário, firmado no final de 2019 com a construtora. “Já houve uma constatação preliminar de que o contrato estava sendo executado pela Prefeitura, com outros indícios de que já havia sido pago quase o valor integral, além de outras situações suspeitas”, declara a promotora de justiça Caroline Eller, da Comarca de Criciúma, ao Tribuna de Notícias.

- PUBLICIDADE -

O objetivo foi encontrar elementos de prova de que o asfalto estava sendo utilizado nas obras, enquanto o valor pago para a empresa contratada já incluía mão-de-obra, maquinário, e todos os equipamentos necessários. “Portanto, a princípio, não existia razão para o Município estar executando a asfaltagem. Os elementos de buscas foram para documentar e comprovar judicialmente a ação da Prefeitura mesmo tendo pago praticamente a integralidade para a empresa realizar o serviço”, afirma Caroline.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.