Fecam quer ouvir posição da bancada federal de SC sobre eleições 2020

O objetivo é ouvir dos deputados federais e dos senadores quais são as posições sobre o tema e os encaminhamentos da bancada catarinense em Brasília

Foto: Lucas Colombo/ TN
- PUBLICIDADE -

Florianópolis

Proposta pela Federação Catarinense de Municípios (FECAM) acontece nesta sexta-feira, dia 29, às 18 horas, por webconferência, a reunião com prefeitos e com o Fórum Parlamentar Catarinense sobre as eleições municipais em 2020.

- PUBLICIDADE -

O objetivo é ouvir dos deputados federais e dos senadores quais são as posições sobre o tema e os encaminhamentos da bancada catarinense em Brasília.

A proposta defendida pela Federação é pela unificação dos mandatos políticos, com a realização de eleição geral em 2022. Nesta semana, a FECAM junto com a Confederação Nacional de Municípios (CNM) divulgou uma carta apontando os motivos que justificam a não realização das eleições municipais neste ano e a defesa pela unificação dos mandatos com a realização de eleição geral em 2022.

Para a entidade, especialmente neste momento de pandemia do Coronavírus, não existe ambiente adequado para realizar um processo eleitoral. O presidente da FECAM, Saulo Sperotto, manifestou a posição da entidade com base no entendimento dos prefeitos e prefeitas catarinenses. Segundo ele, uma série de orientações técnicas em saúde precisam ser mantidas para não colocar em risco à saúde das pessoas. Os municipalistas consideram também a preservação da democracia, segundo eles, “que assegura a todos os cidadãos o direito de votar e de ser votado”.

Além disso, a Federação destaca também que alinhar as eleições junto com demais pleitos – presidente, governadores, deputados estaduais e federais e senadores – ,traria economia e eficiência na gestão pública uma vez que a cada dois anos o país vive período de eleições. Essa posição é defendida pelo Conselho Político da Federação desde 2019.

A Bancada federal catarinenses é formada por 16 deputados federais e três senadores. De acordo com o coordenador do Fórum, o deputado federal Daniel Freitas, o encontro demandado pelos prefeitos será fundamental para debater junto com a bancada catarinense as demandas dos prefeitos em relação as eleições. “A FECAM provocou o Fórum solicitando uma reunião com a bancada federal catarinense. Portanto, vamos debater com os prefeitos o calendário eleitoral e as eleições de 2020”, destacou Freitas.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.