Em sessão tumultuada, Câmara aprova mudanças no CriciúmaPrev

Matéria teve dez votos favoráveis e sete contrários e trata da estrutura administrativa do instituto

- PUBLICIDADE -

Criciúma

A primeira sessão extraordinária da Câmara de Vereadores de Criciúma em 2020 foi marcada por discussões acaloradas no plenário e por protestos na galeria. Os parlamentares se reuniram para votar quatro projetos encaminhados pelo Poder Executivo, e assim como no fim do ano passado, não faltaram polêmicas.

- PUBLICIDADE -

A principal – e mais tumultuada – iniciativa apreciada foi o Projeto de Lei Complementar (PLC-EXE 1/2020), que trata da estrutura administrativa do CriciumaPrev. Pela matéria, a Diretoria Executiva será definida por um Conselho Deliberativo, composto por quatro representantes do Poder Executivo, um representante do Poder Legislativo, dois representantes dos servidores ativos e um representante dos servidores aposentados, além de um Conselho Fiscal.

No fim, o projeto foi aprovado nas duas votações por 10 a 7. Foram favoráveis os vereadores Potelecki, Arleu da Silveira (PSDB), Dailto Feuser (PSDB), Geovana Benedet (PSDB), Julio Colombo (PSB), Miri Dagostim (PP), Moacir Dajori (PSDB), Pastor Jair Alexandre (PSC), Tita Beloli (MDB) e Toninho da Imbralit (MDB). Votaram contrários Honorato, Camila do Nascimento (PSD), Paiol, Kaminski, Paulo Ferrarezi (MDB), Salésio Lima (PSD) e Zairo Casagrande (PSD).

Confira a matéria completa no Tribuna de Notícias desta quarta-feira

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.