Editorial: Chega desta novela


- PUBLICIDADE -

O Tribuna de Notícias traz na edição desta segunda-feira, um assunto que, para muitos, parece brincadeira. É a única explicação, já que mesmo com décadas de reivindicações e inúmeros prejuízos, o desassoreamento do Rio Urussanga segue muito longe de sair do papel. E nós, enquanto veículo de comunicação, vamos cumprir com o nosso dever de cobrar. Cobrar explicações do porquê de tanta celeridade, e principalmente, cobrar providências, que essa obra fundamental deixe de ser promessa.

E promessa todo mundo fez. Interesse todo mundo diz que tem. Mas na prática, ninguém faz nada. Ninguém arregaça as mangas para que algo seja feito. Nenhum prefeito colocou o projeto embaixo do braço e foi atrás de recursos. Enquanto isso, ninguém sabe por onde anda o projeto. Defesa Civil? IMA? Não importa. Ele parece ter se perdido e ninguém parece estar nem aí.

- PUBLICIDADE -

O assoreamento é uma coisa que hoje pode não dar problema, pois estamos em tempos de seca. Mas quando chove, os transtornos e prejuízos são gigantes. Alguns donos de olarias de Morro da Fumaça sofrem com as cheias. Ficam 30 dais embaixo d’água, porque o rio enche tudo.

E o que mais incomoda é que se come muito dinheiro público e nunca sai nada. Falta vontade política. O que os nossos representantes estão fazendo. A Bacia do Rio Urussanga virou uma novela. Mas nós vamos sempre cobrar. Vamos cobrar do governo estadual, dos prefeitos, dos deputados federais, estaduais. Faz mais de 30 anos que eu vejo essa novela do Rio Urussanga e nunca sai nada.

Todo mundo quer ser o pai da criança. Escutei um monte de políticos que pegam o projeto, colocam em baixo do braço, mas ninguém faz nada. Só politicagem. Ninguém resolveu nada. Então vamos cobrar. Os prefeitos tem que ser mais ativos. Falta iniciativa deles também. Têm sido muito inertes.

Hoje não chove, mas e se amanhã chove? Parece que falta vontade, falta iniciativa. Falta um pouco de tudo. E chega deste negócio de projeto. Eu só escuto falar em projeto. É muito projeto e nada na prática. Tem que ter solução. E nós vamos atrás

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.