Definida empresa responsável por Planos de Mobilidade Urbana

Vencedora da licitação fará o documento para nove municípios da Região Carbonífera

- PUBLICIDADE -

Criciúma

Mesmo com a prorrogação da entrega para 2021, os municípios da Região Carbonífera não perderam tempo e definiram a empresa que fará os Planos de Mobilidade Urbana. A Alto Uruguai – Engenharia e Planejamento de Cidades Ltda foi a vencedora do processo licitatório realizado pelo Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da Amrec e irá elaborar o projeto para nove cidades.

- PUBLICIDADE -

A empresa ficará responsável por produzir o plano para os municípios de Treviso, Balneário Rincão, Siderópolis, Nova Veneza, Lauro Muller, Cocal do Sul, Morro da Fumaça, Urussanga e Orleans. “Eu acredito que vai ficar pronto lá pela metade do ano que vem, um pouco mais, ou pouco menos. Quando chegar na data limite, tem que estar tudo bem planejado neste aspecto. Então agora é hora de cada município fazer sua parte, cumprir com a lei e seguir em frente”, analisa o diretor executivo da Amrec, Lei Alexandre. O cronograma definiu um prazo de seis meses para a entrega dos Planos de Mobilidade Urbana.

A licitação para a contratação do projeto será realizada pelo CIM-Amrec, mas os planos serão executados com recursos próprios de cada município. “Os valores são diferentes para cada município. Foi feita uma proposta no que entendemos que é possível para a empresa executar”, destaca o diretor executivo da Amrec.
Dos 12 municípios que compõem a associação, apenas Criciúma, Forquilhinha e Içara não integram esse encaminhamento conjunto. As duas últimas já possuem o documento pronto, enquanto a primeira dá segmento de forma separada, já que, por ser a maior da Região Carbonífera, demanda mais detalhes que as demais cidades.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.